É considerado diabetes a partir de quanto?

0
1731
alguns casos de pré-diabetes são tratados com medicação
alguns casos de pré-diabetes são tratados com medicação

Uma das maneiras mais usadas para diagnosticar a diabetes é medir os níveis de glicose no sangue, já que isso pode indicar que a insulina não está agindo como deveria dentro do organismo. Mas será que é considerado diabetes a partir de quanto?

Uma matéria publicada em Dezembro de 2019 revelou que o Brasil está em quarto lugar no ranking dos países com o maior índice de diabetes por habitantes. Em média, pelo menos 7% dos brasileiros são diabéticos, enquanto uma grande parcela da população ainda não foi diagnosticada.

Veja a seguir qual a quantidade de glicose no sangue determinante para diabetes!

É considerado diabetes a partir de quanto?

É importante que você saiba que para um paciente ser diagnosticado com diabetes ele deve passar por vários exames que comprovem as suspeitos. Afinal, nem sempre níveis altos de açúcar no sangue significam que o paciente está diabético.

Cupom de Desconto Farmadelivery
o primeiro exame a ser feito para identificar a diabetes é a glicemia de jejum
o primeiro exame a ser feito para identificar a diabetes é a glicemia de jejum

Leia também O que é bom para baixar a glicose?

Para que uma pessoa seja diagnosticada com diabetes ela deve apresentar:

  • glicemia de jejum maior ou igual a 125 mg/dL em duas ocasiões diferentes;
  • glicemia em qualquer horário maior do que 200mg/dL;
  • hemoglobina glicada maior ou igual a 6,5%.

Isso quer dizer que mesmo que o seu exame de glicemia de jejum tenha dado um resultado alterado, é necessário investigar mais afundo antes de afirmar que você é uma pessoa diabética. Isso porque só é considerado diabetes a partir de 125 mg/dL se os outros exames também estiverem alterados.

É possível baixar os níveis de glicose no sangue?

Sim, é possível. Em pessoas que não são diabéticas ou que ainda estão na fase pré-diabética, é possível tomar algumas medidas que ajudam a reduzir a glicemia e as chances do desenvolvimento da diabetes tipo 2. Alguns exemplos são:

Comer mais vegetais sem amido

Os vegetais com amido como batata, cenoura e mandioca, por exemplo, estimulam a insulina e aumentam a glicose no sangue.

o brócolis é um vegetal sem amido que pode beneficiar diabéticos
o brócolis é um vegetal sem amido que pode beneficiar diabéticos

Enquanto isso, vegetais sem amido como couve-flor, brócolis, folhas verdes, vagem e pepino ajudam a manter a glicemia controlada.

Reduzir a ingestão de carboidratos

Pães, massas e bolos devem ser consumidos esporadicamente, já que também aumentam os níveis de glicose no sangue. O mesmo acontece com sobremesas, bebidas adoçadas, arroz e até o mel.

Optar por alimentos ricos em fibra

Para que o açúcar do sangue seja controlado em uma refeição de aproximadamente 25¨% de carboidrato, é necessário ingerir pelo menos 10g de fibras, que não são facilmente obtidas por meio de frutas e vegetais.

Duas xícaras de alface, por exemplo, tem apenas 2 gramas de fibras, enquanto uma xícara de pimentão vermelho, apenas 3.

Controlar os níveis de estresse

O estresse pode ser um dos motivos da glicose alta no sangue, da hipertensão e do aumento da frequência cardíaca. Dessa forma, é importante buscar opções que ajudem a aliviar o estresse a manter a mente relaxada como uma boa noite de sono, a prática de atividades físicas e hobbies como leitura e jardinagem.

Ter sempre lanches de emergência por perto

Com a correria do dia a dia é bastante comum que em algum momento seja necessário pular o almoço e partir para um lanche. O problema, porém, é que fora de casa os lanches mais práticos são cheios de carboidratos e açúcares, o que contribui para o aumento da glicemia.

tenha sempre frutas permitidas por perto
tenha sempre frutas permitidas por perto

Sabendo disso, tenha sempre em mãos barrinhas de cereais sem açúcar ou uma fruta de baixo índice glicêmico.

Leia também Quais frutas o diabético não pode comer? E quais são recomendadas?

Fazer exercícios físicos

Além de reduzir o estresse, os exercícios físicos ainda ajuda a baixar a glicose no sangue quando feito de duas a três vezes por semana, durante 30 minutos. Além disso a prática de atividades físicas também:

  • diminui a pressão alta;
  • torna o corpo mais resistente à insulina;
  • promove a perda de peso;
  • diminui colesterol e triglicérides.

Manter-se hidratado

A água é essencial para a manutenção do nosso organismo, e isso inclui a manutenção do açúcar no sangue.

Isso porque é por meio da urina que os rins eliminam excesso de açúcar no organismo quando estão muito altos, e não ingerir água o suficiente pode deixar o paciente desidratado.

Incluir canela na alimentação

A canela ajuda a diminuir o açúcar no sangue e o risco da diabetes tipo 2, além de atuar diminuindo a glicemia quando o paciente está em jejum. Você pode adicioná-la em sucos e sobremesas diet.

Comer mais grãos integrais

O arroz e pão integral podem ser consumidos com moderação e substituir o pão e arroz branco. Isso porque essa versão desses alimentos é mais rica em fibras, garantindo que os níveis de açúcar no sangue estejam sempre adequados, além de contarem com altos níveis de ômega-3, magnésio, ácido fólico e cromo.

alimentos integrais ajudam a controlar a glicemia quando consumidos com moderação
alimentos integrais ajudam a controlar a glicemia quando consumidos com moderação

Leia também Ômega 3: tudo o que você precisa saber

Ter uma noite de sono adequada

Dormir bem ajuda a manter os hormônios equilibrados incluindo a insulina, hormônio que regula a glicose no sangue. A falta de sono ainda está relacionada ao aumento do apetite e acúmulo de gordura na cintura.

Adicionar chá verde na sua dieta

O chá verde é rico em polifenóis, que ajuda no combate a diabetes e outras doenças. Esse chá ainda auxilia na redução da ingestão de alimentos como açúcar e carboidratos, melhora a sensibilidade à insulina e previne a diabetes tipo 2.

Tomar bebidas alcoólicas com moderação

Por interferir na capacidade do fígado de aumentar a glicose no sangue, o álcool contribui para a hipoglicemia, que acontece quando os níveis está abaixo do normal.

Mas, quando presente em bebidas como a cerveja, o efeito é reverso e os níveis podem se elevar e ficar descontrolados, considerando que muitas pessoas comem petiscos ricos em carboidratos quando bebem esse tipo de bebida alcoólica.

Depois de aprender que é considerado diabetes a partir de 125 mg/dL de glicose no sangue, siga as nossas dicas se você ainda não foi diagnosticado com diabetes e principalmente se está no estágio da pré-diabetes. Lembre-se de consultar um médico e avaliar o seu quadro para eliminar todas as suspeitas da doença.

Diabetes na Farmadelivery

A diabetes é uma doença que atinge milhares de pessoas do mundo todo, de adultos até crianças e adolescentes. Se você já se consultou com um médico e sabe quais medicamentos usar, a farmadelivery pode lhe auxiliar com ótimos preços nos aparelhos medidores de glicemia e diabetes, agulhas e seringas de insulina e com todo leque de opções que da líder mundial Accu-Chek!