Pré-diabetes? O que é uma pessoa Pré-diabética afinal?

0
3148
diminuir açúcar no sangue

A diabetes é uma doença metabólica que atinge grande parte dos brasileiro, e pode ser diferenciada entre tipo 1 e tipo 2. Entretanto, algumas pessoas que descobrem ter desenvolvido a pré-diabetes ficam em dúvida se isso significam que já desenvolveram danos irreversíveis à saúde.

Como o pâncreas deixa de produzir a insulina, ou o hormônio já não age mais como deveria no organismo, é necessário a ingestão de fármacos para ajudar a estimular a produção de insulina e sua absorção correta.

Considerada uma doença que não tem cura e é tratada por meio de medicamentos e injeção de insulina, a diabetes é uma das enfermidade que mais leva a complicações quando não tratada. 

veja abaixo o que é pré-diabetes
veja abaixo o que é pré-diabetes

Na pré-diabetes, porém, o indivíduo nem sempre precisa ser medicado e pode obter sucesso apenas com a mudança de hábitos.

Cupom de Desconto Farmadelivery

Para que você entenda melhor o que é a pré-diabetes e como ela impacta o organismo separamos tópicos importantes para tirar todas as suas dúvidas. Confira!

O que é pré-diabetes?

A pré-diabetes é um estágio intermediário entre uma pessoa saudável e uma pessoa com diabetes tipo 2. Nesse estágio o paciente demonstra altos níveis de glicose no sangue, mas não o suficiente para ser tratado com uma pessoa diabética.

Normalmente os pacientes pré-diabéticos possuem resistência à insulina, que acontece quando o pâncreas produz mais insulina do que o necessário para tentar controlar o excesso de açúcar na corrente sanguínea a ponto de não conseguir o mesmo efeito no organismo.

O que causa a pré-diabetes?

Fatores como genética e histórico familiar são as maiores causas do desenvolvimento da diabetes tipo 2. Porém, o ganho excessivo de peso, sedentarismo e alimentação rica em açúcares e carboidratos refinados também podem desencadear o quadro.

além do fator genético, carboidratos refinados podem levar ao desenvolvimento da pré-diabetes
além do fator genético, carboidratos refinados podem levar ao desenvolvimento da pré-diabetes

Nos casos de ganho de peso, o pâncreas entende que precisa produzir mais insulina para conter o açúcar no sangue, e o organismo reage a esse estímulo de forma prejudicial. Isso faz com que o paciente desenvolva a resistência insulínica antes de desenvolver a diabetes propriamente dita.

Como resultado, o organismo deixa de usar parte da glicose do sangue como fonte de energia e o açúcar permanece na corrente sanguínea. Com o passar do tempo a pré-diabetes não tratada se torna diabetes tipo 2, e não há mais maneiras de reverter o quadro.

Quais são os sintomas da pré-diabetes?

Normalmente os pré-diabéticos não apresentam sintomas, sendo muitas vezes uma condição não diagnosticada. Isso faz com que o tratamento não seja realizado a tempo e a pessoa acabe evoluindo.

É importante buscar ajuda, porém, se você estiver em um desses grupos:

  • possui histórico familiar de diabetes;
  • ganhou peso nos últimos anos;
  • não pratica atividades físicas regularmente;
  • possui uma alimentação rica em carboidratos e açúcares.

Alguns sintomas que podem surgir nesses estágio são:

  • micção frequente;
  • fome excessiva;
  • sede em excesso;
  • ganho de peso.

Como é feito o diagnóstico?

O diagnóstico da doença é feito por meio de exames como a glicemia de jejum, que deve estar abaixo de 100 mg/dL para pessoas saudáveis. Caso o resultado dê entre 100 e 125 mg/dL, o médico solicitará um novo exame para confirmar as suspeitas de pré-diabetes.

Se o segundo exame também estiver alterado, será indicado o exame de curva glicêmica, que caracteriza pré-diabetes quando os resultados ficam entre 140 e 199 mg/dL.

Um terceiro exame que poderá ser solicitado é a hemoglobina glicada, que em pacientes pré-diabéticos fica entre 5,8% e 6,4%.

Como é feito o tratamento da pré-diabetes?

De modo geral, o tratamento é feito por meio de mudança de hábitos alimentares com dietas pobres em açúcar e carboidratos, além de diminuir as calorias e gorduras saturadas. Atrelado a isso, o paciente também deverá praticar atividades físicas regulares para ajudar a baixar os níveis de glicose no sangue.

Leias mais sobre como baixar os níveis de glicose no sangue clicando aqui!

Em casos específicos, o médico poderá optar por administrar medicamentos que previnem a evolução para a diabetes e em pacientes obesos ou acima do peso, é necessário a perda de pelo menos 5% do peso para melhorar  metabolismo e tornar o tratamento contra a pré-diabetes mais eficientes.

alguns casos de pré-diabetes são tratados com medicação
alguns casos de pré-diabetes são tratados com medicação

Apenas com essas medidas muitos pacientes conseguem evitar que a pré-diabetes se desenvolva para uma diabetes. Porém, é importante ressaltar que grande parte dos pacientes acabam descobrindo o problema em estágios já avançados e não conseguem mais reverter o quadro, enquanto outros não seguem as modificações solicitadas pelo médico e também acabam por desenvolver a diabetes tipo 2.

Como prevenir?

A prevenção da doença, além de uma alimentação balanceada e pouca ingestão de alimentos ricos em carboidratos como pães, massas e bolos, também se dá pela prática de atividades físicas. Isso porque, além de promover a perda de peso, os exercícios atuam baixando a glicose no sangue.

A explicação é de que esse açúcar é usado como principal fonte de energia durante as atividades físicas, o que resulta em uma baixa da glicose com mais facilidade.

Quais os riscos?

Apesar da pré-diabetes ainda não ser a diabetes, o estágio pode causar complicações como o aumento do risco de doenças cardiovasculares e ainda o risco do desenvolvimento da própria diabetes tipo 2.

Agora que você viu o que é pré-diabetes, quais os possíveis sintomas e como tratar a doença, converse com o seu médico se você tem histórico familiar de diabetes ou se possui uma alimentação rica em carboidratos. A partir disso ficará mais fácil tratar o problema e diminuir os riscos do desenvolvimento da diabetes tipo 2, que traz diversos riscos para a saúde dos pacientes.

Diabetes na Farmadelivery

A diabetes é uma doença que atinge milhares de pessoas do mundo todo, de adultos até crianças e adolescentes. Se você já se consultou com um médico e sabe quais medicamentos usar, a farmadelivery pode lhe auxiliar com ótimos preços nos aparelhos medidores de glicemia e diabetes, agulhas e seringas de insulina e com todo leque de opções que da líder mundial Accu-Chek!