quarta-feira, fevereiro 24, 2021

Qual a diferença entre produtos dietéticos e lights e quem deve consumir esses alimentos?

Embora muitas pessoas acreditem que os produtos dietéticos e lights sejam a mesma coisa, existe uma grande diferença entre as duas categorias de alimentos. Isso porque nem sempre os alimentos lights são recomendados para quem faz dietas restritivas ou pacientes diabéticos que precisam cortar o açúcar da alimentação. Mas você sabe a diferença entre eles?

Apesar de serem voltados para pacientes com restrições alimentares, é necessário prestar muita atenção no rótulo de produtos dietéticos e lights antes de colocar no carrinho. Afinal, em alguns casos, o produto pode ter menos calorias mas ainda assim ter uma quantidade elevada de açúcar.

Para que você entenda melhor a diferença entre cada um deles, separamos um texto explicativo sobre o assunto que tirará todas as suas dúvidas. Veja a seguir!

Qual a diferença entre produtos dietéticos e lights?

A principal diferença entre alimentos light e diet está nos ingredientes de cada produto. Enquanto os alimentos light sofrem uma redução de sódio, gorduras, açúcares ou colesterol, os alimentos diet são isentos totalmente de um ingrediente em particular, que pode ser açúcar, sal ou gordura.

os alimentos light e diets são alimentos com menor ou nenhuma quantidade de gorduras, sódio ou açúcares
os alimentos light e diets são alimentos com menor ou nenhuma quantidade de gorduras, sódio ou açúcares

De modo geral, os alimentos lights tem uma redução de pelo menos 25% de algum dos nutrientes, tornando o produto mais saudável para quem faz dietas ou deseja perder peso. Vale lembrar que produtos com uma redução nas calorias também podem ser considerados produtos light.

Já nos produtos diet a modificação é voltada para a remoção total de um desses nutrientes, o que resulta na adição de outros componentes que na maioria das vezes são adoçantes, edulcorantes ou gorduras. Consequentemente, esses alimentos acabam tendo uma quantidade de calorias maior do que os produtos convencionais.

Isso significa que produtos diet não necessariamente são uma boa opção para a perda de peso, já que o público alvo principal desse tipo de alimento são os diabéticos com restrições no consumo de açúcares.

A necessidade de ler o rótulo

Em grande parte dos casos, os produtos diet ou light não contêm menos ou zero açúcar em sua composição, levando em conta que podem ter sido fabricados com baixo teor de sódio ou de gordura, o que gera uma grande confusão em quem não tem o hábito de ler o rótulo dos produtos.

É muito importante que indivíduos que fazem dietas restritivas estejam atentos a qual componente foi removido dos produtos diet, e quais foram diminuídos de produtos lights, a fim de evitar colocar a saúde em risco.

Quem deve consumir produtos diet?

Os produtos diet são voltados para pessoas que sofrem de algum tipo de doença ou que tiveram alterações em seus exames de sangue. Com isso, o médico pode recomendar que se consuma produtos diet com zero adição de sódio, açúcar ou gordura.

Os mais comuns são:

  • zero adição de açúcares: para diabéticos ou pré-diabéticos;
  • zero adição de gorduras: para pacientes com colesterol ou triglicerídeos altos;
  • zero adição de sal: para pacientes hipertensos.

Quem deve consumir produtos light?

Já os produtos lights são voltados para pacientes que desejem reduzir o consumo de algum nutriente, mas não necessariamente zerar sua ingestão. Em outros casos, indivíduos que fazem dietas com redução das calorias também se beneficiam de produtos lights, já que a maioria costuma ter uma quantidade de calorias reduzida se comparada aos produtos convencionais.

Quantidade de açúcares, gordura e colesterol em alimentos light

De acordo com a Anvisa, para que os produtos possam ser indicados como lights é necessário seguir a tabela abaixo:

Valor calórico máximoMáximo de açúcaresMáximo de gorduras totaisMáximo de gorduras saturadasMáximo de colesterol
Alimentos sólidos40 kcal/100g5g/100g3g/100g1,5g/100g20g/100ml
Alimentos líquidos20 kcal/100ml5g/100ml1,5g/100ml0,75g/100ml10g/100ml

Produtos que seguem essa tabela podem ser taxados como low, pobre, lite, leve, light, baixo e reduzido.

alimentos com baixo teor de gordura, sal, açúcar e calorias podem ser chamados de light, leve, low e reduzido
alimentos com baixo teor de gordura, sal, açúcar e calorias podem ser chamados de light, leve, low e reduzido

Quando o alimento possui baixa quantidade de açúcares, é possível que ele venha acompanhado da frase “este não é um alimento com valor calórico reduzido”, que significa que aquele alimento possui menos açúcar do que sua versão convencional, mas não tem o valor calórico menor por manter as mesmas quantidades de gordura.

Quantidade de açúcares, gordura e colesterol em alimentos diet

Apesar de tecnicamente os produtos diet serem isentos de algum dos nutrientes, a Anvisa estabelece uma tabela que deve ser seguida para que o produto possa ser chamado de diet:

Valor calórico máximoMáximo de açúcaresMáximo de gorduras totaisMáximo de gorduras saturadasMáximo de colesterol
Alimentos sólidos4 kcal/100g0,5g/100g0,5g/100g0,1g/100g5mg/100ml
Alimentos líquidos4 kcal/100ml0,5g/100ml0,5g/100ml0,1g/100ml5mg/100ml

Produtos que seguem essa tabela podem ser taxados como livre, zero, não contém, diet, free, sem e isento.

produtos diet podem também ser chamados de zero, livre, isento e free
produtos diet podem também ser chamados de zero, livre, isento e free

Depois de ver qual a diferença entre produtos dietéticos e lights, fique atento ao rótulo dos produtos que você consome para ver quais os nutrientes que foram diminuídos ou removidos daquele alimento. Afinal, nem sempre um produto com baixo teor de açúcar é baixo em gordura, e nem sempre produtos diets contém um valor calórico menor do que os convencionais.

- Advertisment -

Most Popular

O que é colesterol? Conheça os tipos e quais sintomas cada um deles pode causar

O colesterol é conhecido especialmente por causar um acúmulo de gordura nas artérias e contribuir para que os pacientes sofram problemas sérios...

BCAA Black Skull: Para que serve, como tomar e onde achar

Muitas pessoas que buscam pelo BCAA Black Skull para, principalmente, alcançar o ganho de massa muscular. O problema, entretanto, é a grande...

Creatina Black Skull: Para que serve, como usar e qual o preço

A creatina Black Skull vem sendo muito procurada nos últimos tempos, bem como diversos outros suplementos. O motivo para isso é a...

Whey Black Skull: O que é, como funciona e onde comprar

Na hora de buscar por suplementos alimentares, o Whey Black Skull é o primeiro que vem à cabeça. Como arca respeitada que...