|

Piolho: de cabeça em cabeça

Conhecido como vilão do cabelo das crianças, principalmente na época da escola, o piolho (pediculose capilar) é um parasita que se instala no couro cabeludo depositando seus ovos, conhecidos como lêndeas.

Os sintomas da pediculose são coceiras intensas e feridas por conta do ato de coçar. Em casos mais graves, pode ocorrer anemia, pois o piolho alimenta-se de pequenas quantidades de sangue.

Tratamento
Já que as crianças são mais afetadas, os pais é que se tornam os agentes contra a caça ao inseto capilar. Há vários tipos de remédio para combater o piolho, desde receitas caseiras, que nem sempre são eficazes, até os produtos vendidos em farmácia.

Mas, antes de tudo, é preciso ter certeza que os piolhos não são apenas caspa. Para diferenciar, basta saber que as lêndeas ficam grudadas no fio e têm formato oval.

Se constatar que é mesmo piolho, saiba quais dicas que podem auxiliá-lo no combate a esse parasita:

Produtos de farmácia: antes de usá-los é importante ler a bula e seguir as instruções com os cuidados necessários. Esse tipo de solução contém inseticida tóxico em sua formulação e deve ser mantida na cabeça protegida por uma touca durante algumas horas. A aplicação do produto deve acontecer durante alguns dias até que todos os ovos sejam atacados.

Geralmente o kit para o tratamento já vem com pente fino para ajudar a acabar com as lêndeas mortas.

Eliminando de maneira caseira: uma das receitas mais conhecidas é a mistura de água com vinagre, que deve ser borrifada em todo o cabelo, que, por sua vez, precisa ser coberto com uma touca. Após 30 minutos, os fios devem ser lavados normalmente. A acidez do vinagre auxilia na eliminação de piolhos e lêndeas.

Esse tipo de solução só é recomendado àqueles que não estão com o couro cabeludo irritado e sensível, pois pode causar uma sensação de ardor.

Recomendações:
• Peça para as crianças não usarem bonés, pentes ou escovas de cabelo dos amiguinhos.
• Olhe a cabeça das crianças com frequência.
• Lave e troque regularmente as roupas de cama e de uso pessoal das pessoas com piolhos, assim como das outras pessoas que vivem na mesma casa.
• Cheque se as sobrancelhas e cílios também não contêm os insetos.
• O tratamento deve se estender para outras pessoas que vivem com a pessoa com pediculose.


Tudo o que você precisa para sua saúde e bem-estar!

Mais de 20 mil itens com os melhores preços do mercado!

Cadastre-se e receba um cupom de desconto em seu e-mail.

Posts Similares