Saiba quais são os problemas de visão relacionados ao diabetes.
| |

Problemas de visão relacionados ao diabetes: Quais são, o que causa e o que fazer?

Poucos sabem, mas pacientes diabéticos além de manter o controle da glicose, devem estar atentos aos problemas de visão relacionados ao diabetes.

Por isso, além de seguir uma dieta equilibrada, praticar atividades físicas e realizar exames de acompanhamento, todo paciente diabético deve consultar um oftalmologista.

Portanto, esse cuidado é importante, já que a visão pode ser afetada pela doença, ocasionando problemas como a retinopatia, o edema macular diabético ou até mesmo o glaucoma e a catarata.

Sendo assim, para entender melhor sobre a relação entre o diabetes e possíveis problemas de visão, leia o conteúdo desta matéria até o final.

+ Para saber mais, acesse também: Sintomas da Diabetes – 10 Sintomas para ficar atento!

Como a diabetes pode causar problemas de visão?

O diabetes é uma doença onde a insulina (hormônio que controla a quantidade de glicose no sangue) é produzida em pouca quantidade ou quando ela não atua de forma adequada no organismo. Como resultado, há uma alta concentração de glicose no sangue, que afeta os órgãos, nervos e vasos sanguíneos do corpo.

Aproximadamente, 40% dos diabéticos sofrem com problemas de visão decorrentes da doença.

Assim, os vasos sanguíneos dos olhos também são prejudicados. Nos casos onde o diabetes não é controlado desde o início, pacientes relatam sentir a visão turva e embaçada, podendo piorar quando esses vasos sanguíneos incham e se rompem no interior dos olhos.



A diabetes pode levar à cegueira?

Sim! Casos onde a doença não é tratada de forma correta, pode prejudicar gradativamente a visão, até que o paciente fique cego, em alguns casos, de forma irreversível.

Além disso, uma das principais condições oculares decorrente da diabetes é a retinopatia diabética, que pode piorar e causar um edema macular.

Sendo assim, veja a seguir quais são os principais problemas de visão relacionados ao diabetes e seus sintomas:

Quais são os problemas de visão relacionados ao diabetes?

1. Retinopatia diabética

Essa é uma das complicações mais comuns em pacientes diabetes. A retinopatia diabética ocorre quando as concentrações de glicose estão muito altas e afetam os vasos sanguíneos dos olhos.

Assim, esses vasos se rompem e provocam um vazamento de fluido na retina, causando a visão embaçada e distorcida.

Sintomas

Na maioria dos casos, a condição é assintomática na fase inicial e seus sintomas surgem quando a doença está em nível avançado, já considerado um quadro grave. Isso ocorre quando o nível de açúcar no sangue é permanentemente alto e a diabetes está descontrolada.

Entre os principais sintomas, destacam-se:

  • Dor nos olhos;
  • Sombras ou áreas escuras em parte ou em todo campo de visão;
  • Visão embaçada ou distorcida;
  • Perda de visão central ou periférica;
  • Olhos vermelhos frequentemente;
  • Pontos ou manchas flutuantes no campo de visão;
  • Visão que transita entre borrada e clara;
  • Inchaço ou pressão nos olhos;
  • Visão noturna danificada;
  • Dificuldade em distinguir cores;
  • Perda parcial da visão ou cegueira.


2. Glaucoma

Uma das complicações mais comuns do diabetes é o glaucoma neovascular, contudo ela surge após a evolução da retinopatia diabética. Além disso, ela também é uma doença silenciosa no início e seus sintomas aparecem apenas no estágio avançado.

A principal característica da condição é o aumento de pressão dentro do olho, que comprime os vasos sanguíneos e danifica o nervo ótico, causando a perda da visão lateral do olho e, gradualmente, à cegueira.

Estudos apontam que o diabetes tipo 2 aumenta o risco de glaucoma em 35%.

Sintomas

Como foi dito anteriormente, na maioria dos casos, os sintomas só surgem quando a doença está em estágio avançado. Contudo, entre os principais estão:

  • Perda gradual da visão periférica lateral;
  • Olhos vermelhos devido à inflamação;
  • Dor nos olhos e cegueira.

3. Edema macular diabético

Considerado uma das maiores causas de cegueira em pacientes com a doença, o edema macular diabético se desenvolve com o excesso prolongado de açúcar no sangue. Assim, os vasos sanguíneos oculares absorvem mais líquido, causando o inchaço da retina e prejudicando sua função.

Quando as hemorragias e as gorduras afetam a mácula ocorre o edema macular diabético. 

Além disso, os vasos sanguíneos são expostos a um excesso prolongado de açúcar no sangue em decorrência da diabetes. Assim, os vasos do olho acumulam fluído e incham, podendo surgir novos vasos mais frágeis.

Sintomas

Os sintomas do edema macular diabético começam com o tempo, como com a distorção ou a visão borrada. Contudo, outros sinais da doença são:

  • Distorção de imagens;
  • Sensibilidade ao contraste e fotofobia;
  • Mudança na visualização de cores;
  • Alterações no campo de visão, também chamados de escotomas (perda total ou parcial da capacidade de visão de uma região do campo visual).


4. Catarata

Outra doença que se manifesta após o desenvolvimento do quadro de retinopatia diabética é a catarata. A doença é uma lesão ocular que deixa o cristalino opaco e torna a visão turva, como se tivesse uma “névoa” nos olhos.

Além disso, conforme um estudo realizado o diabetes dobra o risco de desenvolver catarata. Ou seja, é uma das causas mais comuns de deficiência visual nos portadores de diabetes e atinge, inclusive, públicos mais jovens. No entanto, a doença é mais comum em idosos.

Sintomas

Portanto, conheça os sintomas mais comuns da catarata:

  • Dificuldade para enxergar com nitidez;
  • Visão embaçada ou distorcida;
  • Visão dupla, nublada, confusa ou nebulosa;
  • Sensibilidade à luz;
  • Mudanças frequentes na prescrição de óculos;
  • Melhoria da visão de perto e, em seguida, piora;
  • Perda de boa parte da visão, enxergando apenas vultos;
  • Cegueira.

+ Para saber mais, acesse também: Diabetes: Quais os sintomas, causas e como tratar a doença?

Quais cuidados tomar para evitar problemas de visão?

Primeiramente, a melhor forma de controle do diabetes são a verificação diária da glicemia e seguir corretamente o tratamento conforme orientação médica. Além disso, recomenda-se consultar um oftalmologista regularmente para que o mesmo identifique a presença de algum problema ocular.

Sendo assim, a visita ao oftalmologista deve ser feita, pelo menos uma vez ao ano, para que complicações graves possam ser tratadas o mais rápido possível e, assim evitar qualquer possibilidade de cegueira.

Portanto, é fundamental que em qualquer situação de suspeita ou alteração em sua visão, buscar a orientação médica. Assim, é possível evitar qualquer complicação futura.

Gostou do nosso conteúdo? Aproveite e veja também as ofertas no site da Farmadelivery. Lá você encontra tudo para os cuidados da sua saúde bem-estar com descontos imperdíveis. Confira!


Tudo o que você precisa para sua saúde e bem-estar!

Mais de 20 mil itens com os melhores preços do mercado!

Cadastre-se e receba um cupom de desconto em seu e-mail.

Stories para você

Quais as melhores opções de hidratante labial?
Quais as melhores opções de hidratante labial?
4 dicas para salvar sua pele no frio
4 dicas para salvar sua pele no frio
Hidratação Natural: Veja 3 dicas para manter a pele hidratada!
Hidratação Natural: Veja 3 dicas para manter a pele hidratada!
Por que os lábios ficam ressecados no frio?
Por que os lábios ficam ressecados no frio?

Posts Similares