Saiba os riscos de andar em montanhas-russas.

Andar em uma montanha-russa pode, em muitos casos, ser uma atividade arriscada. Pessoas com hipertensão arterial, problemas cardíacos e histórico de convulsões, mesmo que na infância, não devem andar de forma alguma nesse tipo de brinquedo.

Segundo o neurologista e neurocirurgião da Escola Paulista de Medicina da Unifesp (Universidade Federal de São Paulo), Mirto Nelson Prandini, o maior risco no caso de brinquedos radicais é a chamada ‘parada brusca’.

— Imagine que o brinquedo começa o percurso lentamente e depois toma velocidade de forma rápida. O cérebro humano suporta essa velocidade alta, mas o perigoso é como a atração vai parar. O que ocorre é que a pessoa está sentada na cadeira presa por uma trava de segurança e o brinquedo tem uma parada brusca. O corpo segue seguro pela trava, mas o cérebro continua em frente e sai do lugar, vai e volta na caixa craniana várias vezes até voltar ao ponto certo. Isso é o perigoso de qualquer brinquedo, não só da montanha-russa.

Diante dessa situação, cada organismo tem uma reação diferente, e alguns podem ter sequelas que podem aparecer até mesmo anos depois. De acordo com os médicos, é difícil prever uma pré disposição, mas devem evitar andar nesse tipo de brinquedo pessoas com pressão arterial elevada, problemas cardíacos, histórico de convulsões e de formação de coágulos, histórico de AVC (Acidente Vascular Cerebral), usuários de drogas como cocaína e crack, alcoólatras crônicos e pessoas que não realizam monitoramento médico periódico.

Segundo o neurologista Juan Alarcon Adorno, da Unimed Paulistana, idosos também devem evitar esse tipo de atração.

— Existem alguns fatores que devem ser considerados, como o fator idade no idoso, por exemplo. Há uma movimentação maior da massa encefálica na caixa craniana podendo ocorrer lesões por desaceleração, facilitando o sangramento.

O neurologista Mirto Nelson Prandini avalia ainda como de alto risco brinquedos que simulam queda livre, como elevadores que freiam bruscamente quando se aproximam do chão, montanhas-russas, bungee jump, e outras atrações que não parem gradativamente.

— A tecnologia evolui e cria cada vez mais coisas radicais, porém o nosso corpo não evolui. Ele continua o mesmo, e tem um limite. Eu opero o cérebro há muitos anos e vejo de perto como ele funciona. Esse tipo de brinquedo é simplesmente desnecessário ao ser humano.


Tudo o que você precisa para sua saúde e bem-estar!

Mais de 20 mil itens com os melhores preços do mercado!

Cadastre-se e receba um cupom de desconto em seu e-mail.

Stories para você

Veja 3  receitas para eliminar catarro
Veja 3 receitas para eliminar catarro
5 doenças comuns do tempo frio.
5 doenças comuns do tempo frio.
Gripe e resfriado: Você sabe quais são as diferenças?
Gripe e resfriado: Você sabe quais são as diferenças?
O que o diabético pode comer sem culpa e sem prejuízo para saúde?
O que o diabético pode comer sem culpa e sem prejuízo para saúde?

Posts Similares