TROMBOEMBOLISMO VENOSO. O nome é dificil. A prevenção é simples!

O que é TEV?
TEV significa tromboembolismo veneso, um termo que inclui tanto a trombose venosa profunda (TVP) como a sua maior a complicação , que é a embolia pulmonar.
A TVP, como o próprio nome diz, significa a formação de um trombo 9 um coágulo de sangue) em uma veia localizada profundamente, na maioria das vezes nas pernas.
Muitas vezes, parte desse coágulo se solta, “viaja” pelas veias e para em uma das veias do pulmão e é isto que chamamos de embolia pulmonar.
Qualquer pessoa pode ter TEV?
Algumas pessoas apresentam maior tendência a desenvolver TEV, ou seja, apresentam os chamados fatores de risco. Alguns desses fatores estão listados abaixo.
Verifique cuidadosamente se você se enquadra em algum deles. Essa informação pode ser útil para o seu médico.
• Idade de 40 anos ou mais
• Obesidade
• Já ter tido trombose
• Varizes
• Uso de anticoncepcional
• Uso de reposição hormonal
• Câncer
• Dificuldade de movimentação
• Anormalidades genéticas da coagulação
O TEV pode aparecer a qualquer hora ou existem situações de risco?
As pessoas com fatores de risco costumam desenvolver TEV quando expostas a determinadas situações de risco.
Algumas delas estão citadas abaixo, mas a ideia é que toda vez que a pessoa fica parada (como durante uma hospitalização prolongada), ou tem a tensão nas veias ( durante uma cirurgia ou trauma), a probabilidade de se formar o trombo aumenta.
Situações de Risco:
• Trauma
• Cirurgias prolongadas
• Anestesia geral
• Imobilização
• Hospitalização prolongada
• Doenças cardíacas ou respiratórias graves
• Infecção grave
Quais são as consequências do TEV?
O TEV pode passar totalmente despercebido se o trombo for muito pequeno ou causar dor, inchaço e vermelhidão importantes na perna que está com veia entupida.
No entanto, a consequência mais temida é a embolia pulmonar. Ás vezes, o coágulo que para no pulmão é grande e pode inclusive colocar em risco a vida da pessoa.
Outra complicação é chamada Síndrome Pós-trombótica.Ela ocorre após um episódio de trombose, causa inchaço e dor na perna que persistem por muito tempo. Também podem aparecer feridas e infecções repetidas na perna afetada.
O TEV pode ser evitado?
TEV é uma doença comum, mas que pode ser evitada através de medidas preventivas.
Fale com seu médico. Com base em um simples questionário, ele pode determinar com precisão o seu risco e recomendar a profilaxia necessária. O TEV pode ser grave, mas a avaliação do risco é simples e o tratamento preventivo também.
Tire o TEV do seu caminho.
Lembre-se: para se caracterizar um paciente de risco de TEV deve haver uma somatória de fatores. Apenas o médico pode fazer esta avaliação.

Tudo o que você precisa para sua saúde e bem-estar!

Mais de 20 mil itens com os melhores preços do mercado!

Cadastre-se e receba um cupom de desconto em seu e-mail.

Posts Similares