Conheça os benefícios da prática de esportes para asma.
| |

Asma e Esportes: Asmáticos podem fazer atividades físicas?

A relação entre a asma e esportes é bastante complexa. Isso se deve ao fato das atividades estar em relacionadas a quadros de asma induzida por exercício, como também podem atuar no controle da doença a longo prazo.

De acordo com a Sociedade Brasileira de Pneumologia e Tisiologia, a prevalência média da doença no Brasil é de 20%. Assim, a condição tornou-se um problema de saúde pública, sendo a quarta causa de internação no SUS.

A asma caracteriza-se pela inflamação crônica dos brônquios, capaz de afetar pessoas de todas as idades, sexo e localizações geográficas. Contudo, é mais comum que os sintomas se manifestem durante infância, podendo melhorar na puberdade, e, em alguns casos, voltar a se manifestar no futuro.

Neste caso, a prática de exercícios físicos regular, além de representar um estilo de vida saudável, pode desencadear os sintomas em pacientes asmáticos. Contudo, de muitos pacientes evitarem fatores desencadeantes da asma, a prática do exercício pode representar um benefício maior que o risco.

Portanto, veja a seguir qual a relação da asma com as atividades físicas e quais benefícios os esportes podem trazer para pacientes asmáticos. Leia a matéria até o final e saiba mais.

+ Para mais informações sobre o assunto, acesse também: Como é um pulmão com asma? Qual a diferença da chegada do oxigênio no pulmão desses pacientes?

Asmáticos podem fazer atividades físicas?

Poucos conhecem essa informação, mas a prática de atividade física é uma forte aliada ao tratamento medicamentoso. Normalmente, médicos indicam a prática de esportes no intuito de melhorar o sistema cardiorrespiratório e proporcionar maior tolerância ao esforço.

As atividades físicas podem ajudar a fortalecer o sistema respiratórios, sendo eficiente no controle da asma junto ao uso de medicamentos.
As atividades físicas podem ajudar a fortalecer o sistema respiratórios, sendo eficiente no controle da asma junto ao uso de medicamentos.

Pacientes que apresentam asma não controlada, acreditam que seja impossível praticar algum tipo de esporte. Contudo, especialistas afirmam que a prática de atividades físicas melhoraram não só o condicionamento físico, como beneficia a capacidade respiratória.



Como saber se a doença está controlada?

É possível saber que a asma não está controlada quando o paciente apresenta uma ou mais das condições listadas a seguir. Veja:

  • Sintomas durante o dia, duas vezes ou mais por semana;
  • Despertar ao longo da noite por causa dos sintomas da doença;
  • Necessidade do uso de medicamentos para alívio da falta de ar, duas vezes ou mais por semana;
  • Quando os sintomas da asma estiverem limitando as atividades do dia a dia.

Se a sua asma está bem controlada, evite limitar a prática de atividades físicas. Para isso, consulte seu médico em busca de um plano que permitirá a prática de todas atividades diárias bem como realizar algum tipo de exercício físico.

Por outro lado, deve-se estar atento ao fato dos sintomas da condição não estarem controlados, aumento os riscos de asma induzida por exercícios. Por isso, é de extrema importância que o paciente seja monitorado e orientado regularmente na prática dessas atividades.

O que é asma induzida por exercício?

Como foi dito anteriormente, a maioria dos pacientes que possuem a doença mal controlada, podem apresentar sintomas durante a prática de exercício. Por isso, requer um controle ainda maior.

A práticas de esportes sem a correta orientação, pode desencadear quadros de asma induzida por exercício.
A práticas de esportes sem a correta orientação, pode desencadear quadros de asma induzida por exercício.

Além disso, algumas pessoas podem ainda apresentar os sintomas somente durante a atividade física. Neste caso, a condição é conhecida como Asma Induzida por Exercício – AIE. Sendo assim, os sintomas que normalmente ocorrem durante o exercício são:

  • Tosse;
  • Chiado;
  • Falta de ar;
  • Dor ou aperto no peito;
  • Cansaço.

Esses sintomas geralmente surgem entre 5-10 minutos depois de parar a atividade. Por vezes, os sintomas da asma podem voltar horas mais tarde.

Se o exercício leva a sintomas da asma ou não, vai depender  do condicionamento físico, da intensidade da atividade e do ambiente em que o paciente se exercita.

Além dos motivos anteriores, outros fatores podem influenciar no o aparecimento destes sintomas como, por exemplo:
• temperatura e umidade climática;
• poluição do ar;
• pólens e fungos suspensos no ar;
• vapores químicos dispersos no ar.



Como prevenir as crises de asma durante o exercício?

Para que asmáticos realizem atividades físicas de forma segura, deve-se estar atento a algumas medidas que podem ajudar evitar as crises:

  1. Identifique os fatores desencadeantes da asma;
  2. Tenha disponível o medicamento orientado pelo seu médico para uso antes da atividade física;
  3. Faça aquecimentos antes do exercício;
  4. Finalize a atividade com um exercício de relaxamento.
Antes de realizar a prática de exercícios, deve-se fazer o uso das medicações controladoras dos sintomas.
Antes de realizar a prática de exercícios, deve-se fazer o uso das medicações controladoras da asma.

Qual a importância do aquecimento e relaxamento para asmáticos?

Dedicar até 10 minutos para aquecimento antes do exercício pode ajudar a prevenir os sintomas da asma durante a prática da atividade.

Uma opção de aquecimento simples pode ser andar devagar e aumentar lentamente a velocidade. Você também pode fazer polichinelos, iniciando com os braços e, após, acrescentar o movimento das pernas.

Além disso, o relaxamento após o exercício também ajuda a prevenir o aparecimento dos sintomas da asma. Neste caso, a pessoa pode andar ou alongar-se, entre 5 a 10 minutos após o exercício.

+ Para mais informações, leia também: Diagnóstico dos sintomas de asma – Como saber se tenho asma?

Quais esportes asmáticos podem praticar?

Normalmente, recomenda-se a prática de atividades aeróbicas quando o paciente possui a sua asma controlada, sendo a natação um dos esportes mais indicados. Existem diversas outras modalidades esportivas, dentre elas:

  • Corrida;
  • Ciclismo;
  • Yoga;
  • Remo;
  • Futebol;
  • Basquete;
  • Vôlei;
  • Artes marciais – judô, karatê, taekwondo, entre outros.
Pacientes devem optar por realizar exercícios leves e sempre quando estiverem com a condição controlada.
Pessoas com asma devem optar por realizar exercícios leves e sempre quando estiverem com a asma controlada.

Sendo assim, o ideal é que o paciente inicie com atividades de intensidade leve e aumente aos poucos, mas sempre com acompanhamento médico e mantendo o uso da medicação regular para a asma.

Além disso, o asmático que não está com a doença bem controlada não será capaz de acompanhar e nem de obter os benefícios da atividade física. Portanto, deve evitar qualquer prática que seja.



Crianças com asma podem praticar esportes?

Não só pode, como deve! As crianças asmáticas se beneficiam das atividades físicas, que melhoram o desenvolvimento músculo-esquelético e a habilidade motora, proporcionando um desenvolvimento saudável, garantindo qualidade de vida aos pequenos.

Além disso, ter bom condicionamento físico na infância é decisivo para uma boa aptidão física na vida adulta. Porém, assim como adultos, crianças asmáticas precisam praticar atividades físicas com sempre com o acompanhamento e adequada medicação.

Crianças asmáticas podem realizar atividades físicas desde que seja com a orientação médica.
Crianças asmáticas podem realizar atividades físicas desde que seja com a orientação médica.

Sendo assim, fica claro que as crianças que sofrem com a asma podem praticar esportes e levar uma vida normal, livres de episódios e sintomas típicos da doença. Contudo, alguns cuidados devem ser tomados. Veja a seguir:

  • Garanta que a criança respire corretamente pela boca e pelo nariz; mantenha as narinas limpas;
  • Na escola, as crianças podem praticar esportes desde que o professor esteja ciente da patologia e ajude a criança durante a atividade;
  • Assim como os adultos, é importante que um aquecimento leve seja feito por um período de 15 minutos antes de iniciar a prática esportiva;
  • O esporte deve ser feito de maneira moderada para que, assim, o corpo se adapte aos movimentos e ao tipo de respiração necessária;
  • Trate a asma com um especialista e tome a medicação prescrita antes de fazer a atividade física

+ Aproveite e leia também: Asma em crianças: Causas, diagnóstico e tratamento.

Quais os benefícios do esporte para asma?

Crianças e adultos que sofrem com a asma se beneficiam da atividade física regular. Ou seja, esses pacientes apresentam redução da frequência de sibilos, queda no número de hospitalizações e diminuição da necessidade de uso de medicamento para o controle da asma.

Além disso, em alguns casos, pode ocorrer a promoção do bem-estar psicológico e a perda de peso, que também proporciona a melhora do controle da asma.

Sendo assim, com diversos benefícios físicos, psicológicos e terapêuticos, pacientes de todas as idades devem ser incentivados a realizar atividade física regularmente. Contudo, para garantir a segurança, devem ser medicados e acompanhados adequadamente.

Gostou do nosso conteúdo? Aproveite e veja também as ofertas no site da Farmadelivery. Lá você encontra tudo para os cuidados da sua saúde bem-estar com descontos imperdíveis. Confira!


Tudo o que você precisa para sua saúde e bem-estar!

Mais de 20 mil itens com os melhores preços do mercado!

Cadastre-se e receba um cupom de desconto em seu e-mail.

Stories para você

Quais as melhores opções de hidratante labial?
Quais as melhores opções de hidratante labial?
4 dicas para salvar sua pele no frio
4 dicas para salvar sua pele no frio
Hidratação Natural: Veja 3 dicas para manter a pele hidratada!
Hidratação Natural: Veja 3 dicas para manter a pele hidratada!
Por que os lábios ficam ressecados no frio?
Por que os lábios ficam ressecados no frio?

Posts Similares