Saiba o que pode causar a falta de ar e o fazer nesses casos.
|

Falta de ar – O que pode ser e o que deve ser feito?

Conhecida também como dispneia, a falta de ar se caracteriza pela dificuldade em respirar. Normalmente ocorre quando sentimos aquela sensação de não estar inspirando a quantidade necessária de ar para os pulmões.

São diversos os fatores podem causar a falta de ar, como por exemplo, excesso de exercícios físicos, crise de ansiedade, problemas cardíacos, bronquite ou asma. Além disso, outras situações mais graves podem causar o sintoma, que deve ser investigado pelo médico.

O sintoma se torna preocupante quando aparece com frequência. Neste caso, exige maior atenção e acompanhamento constante tanto do paciente quando do profissional.

Portanto, para ajudar na identificação do problema e a sanar algumas outras dúvidas sobre o assunto, desenvolvemos esse conteúdo informativo. Leia a matéria até o final e saiba o que pode ser a falta de ar e o que deve ser feito.

+ Para mais informações, acesse também: Tosse – O que é, quais os tipos, como identificar e tratar?

Como acontece a falta de ar?

Normalmente, a falta de ar ocorre com o aumento da frequência cardíaca e da intensidade da respiração, podendo ser passageira ou constante.

Os casos passageiros, costuma ser resultado de crises emocionais. Contudo, quando o sintoma ocorre de forma constante, acontece pela real dificuldade em oxigenar o sangue. Veja algumas das principais causas:

  • Baixo nível de oxigênio disponível nas células;
  • Obstrução das vias aéreas, desvio de septo, etc;
  • Fraqueza no músculo cardíaco;
  • Alguma obstrução do fluxo sanguíneo que esteja impedindo que o sangue oxigenado chegue aos tecidos;
  • Problemas pulmonares que impeça a troca do gás carbônico e do oxigênio;
  • Distúrbios que não permitem o transporte adequado do oxigênio no organismo.


Quais as principais causas da falta de ar?

Quando a falta de ar é decorrente de crises emocionais, as causas principais são a ansiedade e outros distúrbios psicológicos. Neste caso, como falamos anteriormente, o sintoma é passageiro e não ocorre alteração no nível de oxigenação do sangue.

O oxímetro detecta a baixa oxigenação do sangue durante a falta de ar.
O oxímetro detecta os baixos níveis de oxigenação do sangue durante a falta de ar constante.

No entanto, as crises constantes ocorrem como o sintoma de diversas doenças que afetam a oxigenação sanguínea, que pode ser medido com o uso de oxímetros. Veja algumas delas:

  • Asma;
  • Doença pulmonar obstrutiva crônica (DPOC);
  • Covid-19;
  • Pneumonia;
  • Bronquite
  • Embolia pulmonar;
  • Câncer de pulmão;
  • Insuficiência cardíaca;
  • Arritmia cardíaca;
  • Obesidade;
  • Asbestose (doença pulmonar causada pela inalação de pó de amianto);
  • Entre outras.

+ Aproveite e leia também: 21 de Junho – Dia Nacional do Combate à Asma!

O que fazer em caso de dificuldade para respirar?

Primeiramente, é importante tentar identificar a causa e manter a calma. Sente-se e tente concentrar-se na própria respiração, mantendo o foco na entrada e saída do ar, para que ocorra de forma regular.

Se a falta de ar for decorrente de casos mais simples como por exemplo, gripes e resfriados, o paciente pode fazer nebulizações que ajudem a desobstruir as vias aéreas, facilitando a passagem de ar.

As famosas "bombinhas" são utilizadas para o tratamento de doenças que causam dificuldade para respirar.
As famosas “bombinhas” são utilizadas para o tratamento de doenças que causam dificuldade para respirar.

Contudo, se a dificuldade para respirar for decorrente de doenças como a asma ou bronquite, pode ser necessário entrar com o uso de medicamentos específicos para a condição. Mas lembre-se, o uso só deve ser feito com a prescrição médica.



Quando buscar ajuda médica?

Os profissionais da saúde orientam buscar ajuda médica sempre que a falta de ar for constante e sem melhora, mesmo ao tentar controlar a respiração. Além disso, essa atenção deve ser redobrada quando a pessoa apresenta alguma das doenças listadas anteriormente, a fim de evitar o agravamento ou o surgimento de outros sintomas.

Portanto, fique atento aos sinais e busque a orientação médica sempre que sentir algo de diferente. Recomenda-se ainda evitar o uso de medicamentos e outros procedimentos para aliviar a falta de ar sem a orientação profissional. Essa atitude pode colocar em risco sua saúde.

Sendo assim, agora que você conhece um pouco mais sobre as causas da falta de ar e o que deve ser feito, busque ajuda médica e garanta as melhores opções de tratamento.

Gostou do nosso conteúdo? Aproveite e acesse o site da Farmadelivery para garantir os melhores produtos para sua saúde e bem-estar. Acesse e confira nossa sofertas!


Tudo o que você precisa para sua saúde e bem-estar!

Mais de 20 mil itens com os melhores preços do mercado!

Cadastre-se e receba um cupom de desconto em seu e-mail.

Stories para você

Quais as melhores opções de hidratante labial?
Quais as melhores opções de hidratante labial?
4 dicas para salvar sua pele no frio
4 dicas para salvar sua pele no frio
Hidratação Natural: Veja 3 dicas para manter a pele hidratada!
Hidratação Natural: Veja 3 dicas para manter a pele hidratada!
Por que os lábios ficam ressecados no frio?
Por que os lábios ficam ressecados no frio?

Posts Similares