Gripe na gravidez requer cuidados e repouso.
|

Gripe na gravidez – Quais os riscos e como evitar?

Devido a queda do seu sistema imunológico, as mulheres ficam mais debilitadas e estão mais suscetíveis a gripe na gravidez, doença que só deve ser tratada sob orientação médica.

Em alguns casos, a gripe na gravidez pode por em risco a saúde da mãe e por isso, é importante adotar alguns cuidados extra e necessários para evitar a contaminação neste período tão importante na vida da mulher.

Com base nessas informações, desenvolvemos esse conteúdo informativo para esclarecer todas a dúvidas sobre a gripe na gravidez e quais atitudes devem ser adotadas. Leia a matéria até o final e saiba mais.

Veja também: Quanto tempo leva para se curar de uma gripe?

O que é gripe?

A gripe é uma doença viral, causada normalmente pelo vírus Influenza, que causa a infecção do sistema respiratório e outros sintomas variados.

Chás, vitamina C, boa alimentação e cuidados no inverso, ajudam no combate ao influenza.
Considerada uma infecção viral muito comum, a gripe pode durar em média de 7 a 10 dias.

Por se tratar de um vírus que passa por diversas mutações todos os anos, é comum que quem já teve a doença, volte a apresentar os sintomas e efeitos mais vezes, de formas variadas.

A transmissão da gripe é feita pelo contato com as secreções de uma pessoa infectada, como por exemplo, partículas de espirros e tosse suspensa no ar ou em contato com as mãos.



Quais os sintomas da gripe?

Os sintomas da gripe se manifestam de formas diferentes e podem variar de pessoa uma para outra. Entre os mais comuns, podemos citar:

  • Febre maior que 38°C;
  • Mal-estar e dores no corpo e cabeça;
  • Tosse seca e coriza;
  • Dor de garganta.
Gripe na gravidez pode apresentar tosse seca e o consumo de chás naturais pode aliviar os sintomas.
Gripe durante a gravidez é comum, devido o sistema imunológico que fica mais fragilizado nesse momento.

Em gestantes, esses sintomas podem variar e se manifestar de forma mais agressiva, as vezes sendo necessário um monitoramento médico intensivo com internação.

Gripe na gravidez é arriscado?

Em relação ao bebê, a gripe na gravidez não afeta em nada, porém, a preocupação é em relação a saúde da mãe.

Neste caso, dependendo do estágio, a gestante contaminada pelo influenza pode necessitar de internação hospitalar, por haver quadros de insuficiência respiratória e pneumonia.

Além disso, no mais severo dos casos, os sintomas da gripe pode aumentar o risco do parto prematuro durante a gravidez.

O que fazer quando a mãe já estiver gripada?

Repouso e uma alimentação rica em nutrientes e vitaminas, podem ajudar a reestabelecer o organismo e aliviar os sintomas da gripe na gravidez.

O uso de medicamentos, por outro lado, não é recomendado a não ser quando for com orientação médica. Isso se deve ao fato da maioria dos remédios serem contraindicados na gestação, por prejudicar o desenvolvimento do bebê ou causando complicações no parto.

A gestante que já está com sintomas de gripe deve repousar e não usar medicamentos sem orientação médica.
A gripe na gravidez deve ser tratada somente sob orientação médica.

Em outros casos, realizar alguns procedimentos e receitas caseiras que ajudam a aliviar os sintomas, como chá de limão com mel para a dor de garganta, banhos mornos ou quase frios para febre, chá de camomila para tosse, entre outros métodos. Mas antes, consulte o seu médico para que ele possa liberar o uso desses procedimentos.

Além de orientação, a mãe deve buscar ajuda médica imediatamente ao notar complicações decorrentes da gripe, como a dificuldade para respirar, febre persistente acima dos 38º C, pressão arterial baixa e confusão mental.



Como evitar a gripe na gravidez?

Além de recomendações médicas, existem alguns hábitos que podem prevenir a gripe em gestantes. Veja abaixo:

  • Mantenha uma dieta equilibrada;
  • Consuma Vitamina C para fortalecer o sistema imunológico;
  • Beba bastante água;
  • Realize atividades físicas moderadas, com a orientação de um profissional;
  • Descanse e durma ao menos 8 horas por dia;
  • Higienize as mãos sempre que possível.

Todas essas atitudes irão fortalecer o organismo da mãe, prevenindo não só a gripe, como também outras doenças virais.

Repouso e dormir bem, ajuda a reforçar o sistema imunológico contra a gripe na gravidez.
Muito repouso, consumo de líquidos e alimentação equilibrada e saudável ajudam a fortalecer o sistema imune.

Sendo assim, manter hábitos saudáveis associados a cuidados básicos com a higiene e alimentação são fundamentais para manter a mãe sempre saudável e longe da gripe.

Se ainda houver dúvidas, consulte o seu médico. Somente o profissional poderá orientar corretamente sobre o que deve ser feito, além de recomendar os procedimentos necessários para prevenir e tratar a gripe na gravidez.

Se necessário, no site da Farmadelivery você encontra vitaminas e outros suplementos para reforçar o sistema imunológico da mãe. Busque orientação médica e aproveite as nossas ofertas!


Tudo o que você precisa para sua saúde e bem-estar!

Mais de 20 mil itens com os melhores preços do mercado!

Cadastre-se e receba um cupom de desconto em seu e-mail.

Posts Similares