quinta-feira, fevereiro 25, 2021

Bebê muito agitado na barriga o que pode ser?

Um dos momentos mais aguardados de uma gestação é o início dos movimentos do bebê, algo que ocorre por volta do 4º ou 5º mês. No entanto, algumas mulheres conseguem sentir os movimentos do feto bem antes desse tempo, durante a 7ª e 8ª semana de gravidez. E embora não conseguir sentir o bebê se movimentando no útero possa causar preocupação, o bebê muito agitado na barriga também é motivo de dúvidas.

Os bebês se mexem dentro da barriga por reflexo ou em busca de uma nova posição, já que mesmo dentro do útero podem ficar desconfortáveis em alguns momentos. Esses movimentos indicam que o bebê está saudável e recebendo uma boa oxigenação do cordão umbilical, mas tendem a diminuir nas últimas semanas naturalmente. Afinal, o espaço começa a ficar pequeno demais para acrobacias.

Apesar do pouco movimento ser um fator preocupante, já que mesmo mexendo pouco a mãe ainda precisa sentir os movimentos diariamente, os movimentos em excesso podem acabar preocupando principalmente as mamães de primeira viagem.

Veja a seguir por que o bebê fica muito agitado dentro de útero e o que você deve fazer.

Bebê muito agitado dentro da barriga: o que pode ser?

Um dos principais fatores que interfere nos movimentos dos bebês dentro do útero deixando-os mais agitados é a alimentação da mãe. O alto consumo de açúcares e alimentos doces pode resultar em uma hiperglicemia, fazendo com que o feto se mexa mais ainda dentro da barriga. 

uma das coisas que deixa o bebê muito agitado na barriga é o consumo de chocolate e outros doces
uma das coisas que deixa o bebê muito agitado na barriga é o consumo de chocolate e outros doces

No entanto, sensações cotidianas e atividades físicas também são fatores que fazem o bebê se movimentar mais, já que a prática de exercícios libera hormônios como adrenalina, que estimula os movimentos. Vale lembrar, porém, que atividades físicas durante a gestação deve ser recomendada e acompanhada por um especialista.

Quando a mãe passa por estresse, tensão ou fica nervosa, também ocorre uma descarga de adrenalina, que pode chegar até a placenta fazendo com que os batimentos cardíacos do bebê fiquem acelerados, o que consequentemente faz com que ele reproduza mais movimentos do que o normal.

Quando o bebê se mexe mais?

A intensidade dos movimentos do bebê tende a aumentar durante o início da tarde e começo da noite, quando a mulher costuma produzir mais corticoide. Porém, não existe um número exato de chutes que se considere padrão, já que cada bebê possui um ritmo natural. Enquanto uns são mais quietos outros tendem a ser mais inquietos naturalmente.

O único cuidado deve ser ao intervalo das movimentações, que não pode ser maior do que 12 horas.

O que fazer quando o bebê mexe pouco?

Embora algumas situações, como por exemplo quando a mãe passa longos períodos sem se alimentar possam diminuir os movimentos do bebê, é importante que a grávida procure ajuda médica quando perceber que o feto não se movimenta há mais de 12 horas.

Caso você note que o seu bebê não se mexe há mais de 10 horas você pode se deitar do lado esquerdo e sacudir a barriga delicadamente para estimular que o bebê se mova. Se ele não se movimentar mesmo depois de 5 minutos tentando senti-lo ajuda médica imediata.

Tenha em mente, porém, que é algo completamente natural que os bebês fiquem algumas horas sem se movimentar dentro da barriga, já que eles passam grande parte do tempo dormindo, apesar de muitas mães não saberem.

Quais são os movimentos do bebê?

7ª semana

Nesse período os movimentos são leves e quase imperceptíveis, sendo raro as mães que conseguem senti-los nesta etapa. O bebê se vira de lado e faz movimentos involuntários como pequenos sustos.

9ª semana

Já nessa etapa o bebê pode soluçar e você pode sentir pequenos tremores constantes com intervalos de 2 segundos, que duram cerca de 5 minutos. Além disso, o feto também consegue esticar os braços e pernas, além de engolir, chupar o dedo e piscar.

10ª semana

Como ainda é muito pequeno, o corpo do bebê não alcança as paredes do útero, fazendo com que seja difícil que a mãe sinta enquanto ele vira a cabeça, abre a boca, se estica e leva as mãos até o rosto.

15ª semana

Com o crescimento do bebê, você pode começar a sentir os chutes e trancos na 15ª até a 20ª semana. Tenha em mente que a essa altura o bebê tende a dormir 16 horas por dia, mas nunca seguidas, tirando pequenos cochilos ao longo do dia e noite.

24ª semana

Essa é a fase do bebê muito agitado na barriga, e os movimentos podem ser percebidos com mais intensidade durante a noite quando a mãe está em repouso.

quando a gestante está em repouso é mais fácil notar os movimentos do bebê
quando a gestante está em repouso é mais fácil notar os movimentos do bebê

 

27ª semana

Nessa fase o bebê pode até mesmo dar cambalhotas e escorregar dentro do útero, sendo esse um dos seus passatempos favoritos. É durante esse período que ele começa a responder aos sons ambientes e músicas e você até consegue sentir pulos ritmados por causa dos soluços.

Você também pode começar a notar que quando está deitada de barriga para cima a barriga fica torta e com pequenos calombos, indicando que o bebê está em apenas um dos lados da barriga.

29ª semana

Os movimentos ficam menos bruscos mas ainda são constantes, e devem diminuir a partir das 32ª semana quando o espaço começa a ficar pequeno dentro do útero. Você também pode notar que o bebê fica mais quieta durante um período do dia e mais agitado em outro, indicado os horários de soneca que podem ser regulares.

33ª semana

Os movimentos começam a ficar mais doloridos nessa semana, já que o bebê já está bem grandinho e sua movimentação pode acertar músculos e órgãos.

36ª semana

Os movimentos são ainda menores, e o bebê já começa a se virar de cabeça para baixo para encaixar na posição ideal para o parto. Com isso, a mãe pode começar a sentir chutes nas costelas, além de já ser possível sentir o pé ou a cabeça ao passar a mão na barriga quando o bebê está em determinadas posições.

Viu como o bebê muito agitado na barriga na maioria das vezes indica apenas que ele está saudável e recebendo a oxigenação ideal? Apesar de muitas mães comerem chocolate e outros alimentos doces para incentivar a movimentação principalmente antes das ultrassonografias, é importante maneirar nesse tipo de alimento para não prejudicar o seu peso durante a gestação. Além disso, busque ajuda médica sempre que notar que o seu bebê está há mais de 12 horas sem se movimentar dentro do útero.

- Advertisment -

Most Popular

O que é colesterol? Conheça os tipos e quais sintomas cada um deles pode causar

O colesterol é conhecido especialmente por causar um acúmulo de gordura nas artérias e contribuir para que os pacientes sofram problemas sérios...

BCAA Black Skull: Para que serve, como tomar e onde achar

Muitas pessoas que buscam pelo BCAA Black Skull para, principalmente, alcançar o ganho de massa muscular. O problema, entretanto, é a grande...

Creatina Black Skull: Para que serve, como usar e qual o preço

A creatina Black Skull vem sendo muito procurada nos últimos tempos, bem como diversos outros suplementos. O motivo para isso é a...

Whey Black Skull: O que é, como funciona e onde comprar

Na hora de buscar por suplementos alimentares, o Whey Black Skull é o primeiro que vem à cabeça. Como arca respeitada que...