O que é Dermatite, quais os tipos, sintomas e como tratar?

0
196
Mulher coçando a pele das costas irritada, por dermatite.

A dermatite é problema de pele que pode ser causada por diversos fatores e é caracterizada por sintomas específicos, como coceira, ressecamento, aspecto esbranquiçado, descamação, entre outros.

A lista de doenças de pele da Sociedade Brasileira de Dermatologia é longa e as dermatites são a que mais acometem os brasileiros. Por isso, no conteúdo desta matéria iremos abordar um pouco sobre o tema, além de quais os tipos existentes e suas principais características. Leia até o final e tire todas suas dúvidas.

Leia também: Pele Seca – O que é, o que causa e como evitar?

O que é dermatite?

A dermatite é uma reação não contagiosa da pele, que pode gerar ressecamento, vermelhidão, coceira, descamação e bolhas. Por ser bastante comum, pode surgir em qualquer idade e também pode atingir qualquer parte do corpo.

Cupom de Desconto Farmadelivery
Pessoa coçando braço irritado com alergia.
A dermatite pode surgir em qualquer idade e pode atingir qualquer parte do corpo.

O quadro pode ocorrer por diversas razões, como alergias, efeitos colaterais de medicamentos e fatores genéticos. Agentes externos, como tecidos sintéticos, plantas, produtos químicos e cosméticos também podem causar a dermatite. 

As dermatites podem ser classificadas de acordo com critérios clínicos e patogênicos, classificados em tipos. Os principais tipos de dermatites são normalmente identificados de acordo com os seus sintomas ou causas.

Quais os tipos de dermatites?

  • Atópica: Dermatite crônica da pele caracterizada pelo aparecimento de lesões vermelhas e/ou acinzentadas, que causam coceira e, por vezes, descamação, especialmente em dobras de pele, como atrás dos joelhos, virilhas e dobras dos braços.
  • Seborreica: Este é um problema de pele que afeta na maioria das vezes o couro cabeludo e regiões mais oleosas da pele, como o nariz, orelhas, região da barba, pálpebras e colo, causando vermelhidão, manchas e descamação na pele.
Na imagem, o rosto de uma pessoa com dermatite seborreica na pele entre as sobrancelhas e olhos.
Dermatite seborreica é uma doença crônica, com períodos de melhora e piora dos sintomas.
  • Esfoliativa: Inflamação grave na pele que provoca descamação e vermelhidão em grandes áreas do corpo, peito, braços, pés ou pernas. Surge por problemas crônicos de pele, como psoríase ou eczema, mas também pode ocorrer pelo uso excessivo de medicamentos como penicilinas, fenitoína ou barbitúricos.
  • Herpetiforme: Doença de pele auto-imune causada pela intolerância ao glúten, que se caracteriza pelo aparecimento de pequenas bolhas que provocam sensação de queimação intensa e coceira.
  • Ocre: Este tipo ocorre geralmente em pessoas com insuficiência venosa crônica e caracteriza-se pela coloração arroxeada ou marrom, com aspecto seco, que surge nas pernas e tornozelos, devido ao acúmulo de sangue, especialmente no caso de varizes. 
Na imagem, uma mancha marrom no tornozelo é o sintoma da dermatite ocre.
Coceira, pele grossa e úlceras (feridas abertas) são alguns dos sintomas da dermatite ocre.
  • Alérgica: Também conhecida como dermatite de contato, neste tipo surgem bolhas, coceira e vermelhidão em locais da pele que estiveram em contato direto com substância irritante.

Quais os tratamentos para dermatite?

O tratamento varia de acordo com a causa e o tipo. No entanto, na maioria das vezes, o foco dos tratamento é nos sintomas que causam desconfortos funcionais e estéticos.

Além disso, o uso de medicamentos e cremes hidratantes específicos podem ser indicados para a prevenção e tratamento do quadro. Por isso, consulte um dermatologista sempre que perceber alguma alteração ou irritação na pele. Apenas o profissional qualificado poderá indicar o procedimento correto para o tratamento da dermatite.

O cuidado com a pele é essencial para evitar piora do quadro da dermatite.

Mulher segurando um frasco e aplicando creme nas mãos.
Hidratantes com ação calmante, anti-coceira e de intensa hidratação são recomendados para o tratamento das dermatites.

Quais cuidados com a pele devemos ter?

Alguns cuidados na rotina, ajudam a evitar o surgimento das dermatites:

  1. Hidrate a pele – a pele muito seca facilita o contato com os agentes que desencadeiam as dermatites. Por isso, é muito importante mantê-la sempre hidratada. Opte por cremes hidratantes sem perfume e corantes, ao menos duas vezes ao dia.
  2. Evite banhos quentes – ficar muito tempo no chuveiro e sob a água quente deixa a pele seca e irritada. O banho deve durar no máximo dez minutos, em água morna ou fria, sem buchas e com sabonetes neutros de preferência.
  3. Use filtro solar – prefira os protetores brancos e cremosos. Ao sair da água, lave-se para remover o cloro ou sal e passe o filtro solar ou creme hidratante.
  4. Sem stress – procure atividades que envolvam relaxamento e tente se manter longe do stress, que é um dos desencadeadores dos sintomas da dermatite atópica.
  5. Evite contato com produtos químicos – use luvas quando for realizar o contato com agentes irritantes, como detergentes para lavar a louça.
Pessoa exposta ao sol, aplicando protetor solar nos braços como forma de proteção da pele.
Todos os produtos para os cuidados com a dermatite devem ser recomendados por dermatologistas.

Como é possível perceber, são diversas as causas e tipos de dermatite e, elas podem se manifestar de formas diferentes, dificultando até o seu diagnóstico. Por isso, consulte um dermatologista para que o mesmo realize o diagnóstico correto e faça a indicação de produtos específicos para o quadro.

Com o tratamento adequado e o acompanhamento de um profissional, as dermatites podem ser controladas sem grandes problemas.

Aproveite e confira no site da Farmadelivery as melhores ofertas em itens de farmácia e produtos de saúde e bem estar.