Quais os efeitos colaterais dos Diuréticos? Veja o que cada tipo desse medicamento pode causar

0
338
efeitos colaterais dos Diuréticos

Os diuréticos são medicamentos usados com o intuito de fazer com que a produção de urina aumenta e o paciente passe a secretar mais líquidos, e tem o intuito de diminuir a concentração de sódio no sangue e evitar uma sobrecarga do coração. Porém, existem alguns produtos e alimentos naturais que também são considerados diuréticos por terem o mesmo efeito. O que muitas pessoas não sabem é que, ao usar esse tipo de substância sem prescrição médica, pode acabar sofrendo com os efeitos colaterais dos diuréticos.

Hoje em dia, os produtos e medicamentos que ajudam na eliminação de líquidos são usados para tratar quadros de hipertensão e edema (inchaços), e têm feito bastante sucesso para o emagrecimento. O que acontece, no entanto, é que o uso de medicamentos diuréticos para a perda de peso pode acarretar em problemas sérios de saúde, especialmente quando não recomendado por um especialista.

Para que você entenda melhor quais são os riscos em usar esse tipo de produto sem indicação médica e quais são os seus efeitos colaterais, separamos uma lista completa que vai lhe auxiliar e tirar todas as suas dúvidas. Veja a seguir!

Quais os efeitos colaterais dos diuréticos?

Todos os medicamentos possuem efeitos colaterais, sejam mínimos ou graves. No caso dos diuréticos, esses efeitos ocorrem de acordo com o mecanismo de ação da droga.

Cupom de Desconto Farmadelivery
cada tipo de diurético pode causar um efeito colateral diferente
cada tipo de diurético pode causar um efeito colateral diferente

Isso quer dizer que dois diuréticos diferentes podem não causar a mesma reação no organismo de uma pessoa.

Inibidores de anidrase carbônica

Os diuréticos inibidores de anidrase carbônica são fármacos que aumentam o volume da urina e contribuem para que ela fique menos concentrada. Isto é, promove a diurese graças ao efeito da enzima, que catalisa a reação química envolvendo a hidratação do dióxido de carbono e desidratação do ácido carbônico.

Os efeitos colaterais desses fármacos são:

  • perda de bicarbonato do plasma;
  • pedras nos rins;
  • diminuição dos níveis de potássio;
  • sonolência;
  • reações alérgicas;
  • neurotoxicidade.

Indicações para esse tipo de medicamento

Indicados para tratar alcalose metabólica, alcalinização urinária, doença aguda da montanha e glaucoma.

Diuréticos de alça

Sendo o mais conhecido entre os diuréticos de alça o furosemida, os fármacos dessa classe inibem a reabsorção do sódio no ramo ascendente da alça de Henle, o que consequentemente causa uma redução da reabsorção tubular de água, sendo esse o motivo do nome dado a esse tipo de fármaco.

os diuréticos de alça são conhecidos por causar quadros de desidratação
os diuréticos de alça são conhecidos por causar quadros de desidratação

Além disso, o medicamento ainda promove uma vasodilatação e reduz a resistência vascular renal, sendo um diurético com ação rápida e potente de curta duração. Esse tipo de diurético pode causar:

  • danos à audição;
  • aumento de ácido úrico;
  • perda de potássio;
  • desidratação;
  • diminuição dos níveis de magnésio;
  • altos níveis de cálcio no sangue;
  • reações alérgicas;
  • aumento dos níveis de creatina;
  • aumento dos triglicerídeos;
  • diminuição anormal do sangue do paciente.

Indicações para esse tipo de medicamento

Os medicamentos dessa classe são usados para tratar edema pulmonar agudo, hipertensão e insuficiência renal aguda, embora possam ser usados para tratar edemas mais leves e condições que necessitem de uma maior excreção de cálcio pela urina.

Diuréticos tiazídicos

Os diuréticos tiazídicos também inibem a reação do sódio no organismo, porém, agem na porção inicial do túbulo contornado distal do rim.

Com isso, aumenta a excreção de cloretos, potássio e magnésio, o que consequentemente promove uma diurese de potência moderada.

Os efeitos colaterais mais comuns são:

  • aumento de ácido úrico no sangue;
  • aumento de colesterol;
  • aumento da resistência insulínica;
  • alergias;
  • fraqueza;
  • impotência;
  • dormência nos membros;
  • vertigem;
  • pancreatite;
  • diarreia;
  • cólica;
  • colecistite.

Indicações para esse tipo de medicamento

De modo geral, os diuréticos tiazídicos são indicados para pacientes com pressão alta e para tratar edemas crônicos associados a insuficiência cardíaca congestiva, doença renal e cirrose hepática.

Diuréticos poupadores de potássio

Esse tipo de diurético foi desenvolvido para evitar a perda de potássio durante o tratamento, já que era um efeito colateral muito comum que poderia trazer riscos à saúde do paciente.

os diuréticos poupadores de potássio podem desencadear pedras nos rins
os diuréticos poupadores de potássio podem desencadear pedras nos rins

Para isso, o medicamento age no local da troca de íons sódio e potássio, aumentando a quantidade excretada de sódio e água e aumentando a retenção do potássio. 

Porém, esse tipo de medicamento pode ter efeitos colaterais como:

  • deficiência renal;
  • insuficiência renal;
  • aumento de potássio no sangue;
  • disfunção erétil;
  • pedras no rim.

Indicações para esse tipo de medicamento

Os medicamentos poupadores de potássio são usados especialmente para tratar hipertensão e edemas em associação a outros diuréticos.

Isso porque esse tipo de medicamento nem sempre consegue fazer a excreção total de sódio do organismo, sendo necessário agir com outros compostos.

Porém, por evitar o excesso de excreção de potássio, o fármaco auxilia a preservar a saúde do paciente, especialmente quando combinado com diuréticos de alça e tiazídicos.

Diuréticos osmóticos

Já essa classe de diuréticos é usada para induzir o movimento de água intracelular para um espaço extracelular. Isso faz com que a diurese seja acentuada, e a pressão arterial e edema intracraniano sejam diminuídos.

Os osmóticos, apesar de pouco usados, também possuem efeitos colaterais, como por exemplo:

  • expansão de volume extracelular, aumentando problemas de saúde em cardíacos e portadores de edema pulmonar;
  • vômitos;
  • náuseas;
  • dores de cabeça;
  • desidratação;
  • dor no peito;
  • febre;
  • tremores;
  • visão borrada
  • aumento dos batimentos cardíacos.

Indicações para esse tipo de medicamento

Indicado especialmente para tratar insuficiência renal aguda, edema cerebral e glaucoma agudo, os diuréticos osmóticos são usados também na preparação para cirurgias oftalmológicas.

os diuréticos osmóticos podem causar dores de cabeça como efeito colateral
os diuréticos osmóticos podem causar dores de cabeça como efeito colateral

Depois de ver quais os efeitos colaterais dos diuréticos, lembre-se de usar esses ou qualquer tipo de medicamento apenas com prescrição médica, já que ele saberá a dosagem ideal para evitar que grande parte desses efeitos que acabam afetando a sua saúde. Além disso, prefira diuréticos naturais como chás para o emagrecimento, de forma que você não sofra possíveis complicações e atinja os resultados desejados de forma saudável.

Diuréticos na Farmadelivery

Remédios diuréticos são importantes para cardíacos e hipertensos mas não se automedique. Se o seu médico recomendar, a farmadelivery oferece os melhores preços em remédios diuréticos, confira!