O que não pode comer quem tem pressão alta? 10 alimentos para evitar

0
364
não pode comer quem tem pressão alta

A hipertensão é uma condição de saúde em que o paciente sofre uma sobrecarga no coração, fazendo com que ele tenha que trabalhar mais do que o normal para bombear o sangue para os outros órgãos do organismo. Além de condições de saúde como colesterol e triglicérides altos, certos alimentos também contribuem para essa sobrecarga. Mas você sabe o que não pode comer quem tem pressão alta?

De modo geral, o grande vilão dos pacientes que sofrem com hipertensão é o sal, encontrado em grandes quantidades em alimentos industrializados. Quando o sódio está em excesso na corrente sanguínea, ele acaba causando uma reação química, atraindo as moléculas de água para si. Para preservar a proporção entre água e sal, o corpo retém o líquido fazendo com que a quantidade de sangue circulando nas artérias aumente, resultando em um aumento da pressão arterial. 

Para que você entenda quais alimentos deve evitar para preservar a saúde do coração, separamos uma lista com 10 alimentos que você não deve ingerir se sofrer com quadros de hipertensão. Veja a seguir!

10 alimentos que não pode comer quem tem pressão alta

1- Sal ou sódio

O sal é rico em sódio, um dos grandes causadores do aumento da pressão arterial, de acordo com estudos científicos. Isso acontece em decorrência de como a substância afeta o balanço de fluidos no sangue, fazendo com que todo o líquido fique retido dentro do organismo.

Cupom de Desconto Farmadelivery
o consumo excessivo de sal interfere no balanço dos fluídos do organismo, aumentando a pressão arterial
o consumo excessivo de sal interfere no balanço dos fluídos do organismo, aumentando a pressão arterial

Sabe-se que aproximadamente 40% do sal de cozinha é composto de sódio, e a recomendação da AHA ( American Heart Association) é que o consumo fique abaixo de 2,300 mg de sódio por dia, o que equivale a 1 colher de chá de sal.

E embora muitos pensem que o problema está na quantidade de sal que colocamos nos alimentos quando cozinhamos em casa, é muito raro ultrapassar essa quantidade apenas nas refeições caseiras. 

O grande problema está no consumo de alimentos industrializados, que acrescenta quantidades exageradas de sódio nos alimentos para conversar e dar sabor ao preparo, de modo que dependendo do produto uma pequena porção equivale à metade da quantidade indicada de sódio por dia.

o pão é um exemplo de alimento com uma quantidade excessiva de sódio camuflada
o pão é um exemplo de alimento com uma quantidade excessiva de sódio camuflada

Os alimentos que mais recebem sódio em sua preparação são:

  • pães;
  • refrigerantes;
  • sucos industrializados em pó;
  • salgadinhos prontos temperados;
  • biscoitos recheados;
  • refeições congeladas.

2- Embutidos

Os embutidos são os campeões quando o assunto é sódio camuflado, já que a cura, tempero e métodos de conservação desse tipo de alimento é feito com sal, como bacon, presunto, mortadela e salame, por exemplo.

Apenas cinco fatias de mortadela podem ter, aproximadamente, 600 mg de sal.

O mesmo acontece com os queijos, que normalmente levam uma grande quantidade de sódio em sua fabricação, e devem ser evitados por quem sofre com quadros de pressão alta.

3- Alimentos congelados

Pizzas, lasanhas e hambúrgueres congelados são alguns exemplos de produtos que além de serem ricos em sódio, também levam uma grande quantidade de gordura saturada e açúcar em sua composição, aumentando também os riscos de desenvolver problemas como aumento de colesterol e triglicérides.

O sal age nesses alimentos para manter o sabor do preparo antes de serem congelados, e apenas uma lasanha pronta conta com mais de 3.000 mg de sódio, ultrapassando o limite diário em apenas uma refeição.

4- Picles e conservas em geral

O picles é uma conserva que precisa de sal para não se decompor, tornando o alimento bom para o consumo por mais tempo.

as conservas em geral são ricas em sal para evitar que os alimentos estraguem
as conservas em geral são ricas em sal para evitar que os alimentos estraguem

O mesmo acontece com milho, palmito, ervilhas e azeitonas, que são conservas que recebem uma grande quantidade de sal para se manterem próprias para consumo durante mais de 1 ano dentro da embalagem.

Sabe-se que quanto maior a data de validade de uma conserva, maior é a quantidade de sódio que aquele alimento contém em sua embalagem. E embora o sal seja acrescentado na água da conserva, o alimento acaba absorvendo o sódio durante o tempo em que fica no recipiente.

5- Sopas industrializadas e macarrões instantâneos

As sopas industrializadas e os macarrões que ficam prontos em até 3 minutos são exemplos de alimentos cheios de sódio camuflado.

os macarrões instantâneos são ricos em sódio e contribuem para o aumento da pressão
os macarrões instantâneos são ricos em sódio e contribuem para o aumento da pressão

Apesar de serem fáceis de preparar especialmente quando a rotina está corrida, esse tipo de produto pode ser prejudicial para a saúde cardiovascular e acaba aumentando a pressão arterial especialmente quando consumidos com frequência.

A grande quantidade de sódio está nos pós de temperos que esse tipo de alimento possui, que são os responsáveis por acrescentar o sabor na sopa ou no macarrão, podendo ultrapassar 1.000 mg de sódio por pacote e chegando a aproximadamente 2.000 mg em algumas marcas.

6- Molhos e extratos de tomate industrializados

Embora o extrato de tomate de algumas marcas leve apenas o tomate como ingrediente, é muito comum que as empresas acrescentem sal e açúcar, especialmente em molhos prontos.

Isso porque, além de aumentar o tempo de conservação do alimento, ajuda com que ele tenha um sabor melhor.

Duas colheres de sopa de molho de tomate pronto contém, aproximadamente, 5% da quantidade de sódio permitida durante o dia, ultrapassando 100 mg de sódio.

Além de optar por marcas que não levam sal, você também pode preparar o molho de tomate caseiro, já que assim você sabe exatamente a quantidade de sódio que está colocando na receita.

7- Açúcar

Diferente do que muitos imaginam, não é apenas o sal que aumenta a pressão arterial. O açúcar também faz parte da lista de alimentos que alteram a saúde de pacientes com hipertensão.

o açúcar também pode contribuir para o aumento da pressão arterial por aumentar os riscos de obesidade
o açúcar também pode contribuir para o aumento da pressão arterial por aumentar os riscos de obesidade

De acordo com pesquisas, o açúcar em excesso contribui para o aumento de peso, podendo causar sobrepeso e obesidade. Essas duas condições são um dos principais causadores de pressão alta tanto em adultos como em crianças.

Isso inclui desde o açúcar branco de mesa como também alimentos ricos no ingrediente como caso de sucos industrializados, doces e sobremesas.

8- Industrializados ricos em gorduras saturadas e gorduras trans

As gorduras trans e saturadas devem ser evitadas sempre que possível por pacientes que sofrem com quadros de hipertensão. A gordura trans, por exemplo, é usada para aumentar o tempo de validade dos produtos, e contribui para o aumento do LDL e diminuição da quantidade de colesterol bom no sangue. Com isso, o paciente possui riscos maiores de desenvolver hipertensão e doenças ligadas à saúde cardiovascular.

O mesmo acontece com a gordura saturada, encontrada especialmente em alimentos de origem animal como:

  • carnes gordurosas;
  • leite;
  • queijos amarelos;
  • creme de leite.

9- Álcool

Bebidas alcoólicas também contribuem para o aumento da pressão quando são comusidas em excesso, já que a substância enrijece as artérias e prejudica o bombeamento de sangue para os órgãos, além de diminuir os efeitos dos medicamentos usados para controle da pressão em pacientes diagnosticados com hipertensão.

Junto a isso, as bebidas alcoólicas também são ricas em açúcares, o que contribui para a obesidade e consequentemente pode causar riscos maiores de desenvolvimento de aumento da pressão arterial.

A AHA recomenda a ingestão de no máximo 2 drinks por dia para homens e 1 drink por dia para mulheres.

10- Condimentos

Maionese, mostarda e Ketchup são condimentos ricos em sódio e que muitas pessoas consomem sem conhecimento do que estão ingerindo.

O mesmo vale para molhos prontos de salada, que além de levar quantidades elevadas de sal, ainda contam com gordura saturada, gordura hidrogenada e açúcar.

Além de diminuir o consumo dos condimentos, você ainda pode optar pelas marcas que oferecem produtos com redução de sódio, ou fazer sua própria maionese e ketchup em casa.

Depois de ver o que não pode comer quem tem pressão alta, diminua o consumo desses alimentos mesmo que você não sofra com hipertensão. Afinal, consumir esses alimentos em grande quantidade não somente piora os quadros de pressão alta, como também aumenta as chances de desenvolver o problema de saúde.

Hipertensão é coisa séria

A pessoa é considerada hipertensa quando a sua pressão arterial estiver, permanentemente, maior ou igual a 140/90 mmHg e existem uma série de riscos relacionados, dentre eles alguns perigosos como ataque cardíaco, derrame ou mesmo a morte.

Então se você suspeita que pode ser hipertenso, consulte seu médico imediatamente para avaliar melhor sua condição, e se precisar, a Farmadelivery oferece ótimos preços em todos Remédios para Hipertensão, confira!