terça-feira, março 2, 2021

Quais os alimentos ricos em vitamina D?

Embora seja encontrado em abundância no sol, a vitamina D também pode ser obtida por meio da alimentação. Em geral, esse nutriente é encontrado principalmente em produtos de origem animal como queijos, ovos e peixes. E saber exatamente quais são os alimentos ricos em vitamina D é essencial na hora de manter uma alimentação saudável e balanceada, além de contribuir para um sistema imune mais forte.

Como grande parte da vitamina D é obtida por meio do sol, já que os alimentos não costumam ter concentrações muito elevadas da vitamina, você deve se expor aos raios solares sem filtro solar por pelo menos 15 minutos diariamente. Como grande parte dos brasileiros têm receio em se expor ao sol, a deficiência de vitamina D é bastante comum.

Veja a seguir quais produtos ingerir para conseguir maiores quantidades de vitamina D por meio da alimentação!

Quais alimentos ricos em vitamina D?

Atum

O atum enlatado em água consegue fornecer até 154 UI em uma porção de 100g, enquanto o que foi conservado em óleo oferece quantidades maiores.

o atum enlatado é um dos alimentos ricos em vitamina D, mas deve ser consumido com cautela ser for conservado em óleo
o atum enlatado é um dos alimentos ricos em vitamina D, mas deve ser consumido com cautela ser for conservado em óleo

No entanto, esse tipo de conserva possui uma concentração maior de óleo e deve ser consumido com cautela.

Bife de fígado

O bife de fígado é uma das carnes mais nutritivas, já que é rico em ferro e vitamina D. Uma porção média de 100g de bife de fígado pode ter até 42 UI do nutriente.

Óleo de fígado de bacalhau

Além de ser rico em ômega 3, o óleo de fígado de bacalhau possui altas concentrações de vitamina D e vitamina A, que não somente fortalecem o sistema imunológico mas também contribuem para uma pele e cabelos mais saudáveis.

Gema de ovo

Uma gema de ovo grande tem aproximadamente 40 UI de vitamina D e diversos outros nutrientes importantes para o bom funcionamento do organismo.

Além disso, o alimento como um todo é considerado uma excelente fonte de proteína, e incluí-lo no café da manhã é uma forma mais saudável de começar o dia.

Sardinha

Outro enlatado rico em vitamina D é a sardinha, que possui até 50 UI do nutriente em apenas duas latas.

Salmão

Uma porção de 100g de salmão cozido oferece aproximadamente 600 UI, o que é aproximadamente a quantidade média indicada para adultos saudáveis e crianças de 1 a 2 anos.

Queijo 

Os queijos mais ricos em vitamina D são a ricota, cheddar e queijo suíço. A ricota oferece 25 UI em um copo, enquanto uma porção do queijo suíço pode chegar a ter até 6 UI de vitamina D.

a ricota pode oferecer até 25 UI de vitamina D em uma porção de 1 copo
a ricota pode oferecer até 25 UI de vitamina D em uma porção de 1 copo

Ostras

Apesar de não muito comum na alimentação brasileira, a ostra é rica em vitamina D, ferro, vitaminas do complexo B, vitamina C e potássio. 100g de ostras cruas possuem cerca de 320 UI de vitamina D

Cogumelos

Os cogumelos são alimentos altamente nutritivos, consumidos principalmente por indivíduos que levam uma alimentação vegetariana. Os cogumelos mais ricos em vitamina D são os que mais se expõe à luz solar como shitake, portobello, shimeji, champignon e funghi.

Uma porção média de 100g desses cogumelos pode chegar a ter até 400 UI de no nutriente, além de serem altamente ricos em proteínas.

Leite

O leite também é um alimento rico em vitamina D, com quase 50% da quantidade indicada diária em apenas 200 ml do produto.

É possível obter a vitamina D apenas com a alimentação?

Sim, é possível. Porém, levando em conta que a maioria dos alimentos citados acima não são de consumo diário e seria necessário porções consideravelmente grandes para suprir as necessidades do organismo diariamente, a maioria dos brasileiros não consegue obter vitamina D o suficiente apenas com a alimentação.

Contudo, a exposição solar pode ser o suficiente em indivíduos que não possuem deficiência do nutriente.

atividades físicas simples como a corrida já contribui para a exposição solar necessária para obter as quantidades ideais de vitamina D por dia
atividades físicas simples como a corrida já contribui para a exposição solar necessária para obter as quantidades ideais de vitamina D por dia

A exposição solar deve durar uma média diária de 10-20 minutos sem protetor solar, já que esse produto acaba inibindo a absorção de vitamina D pelo organismo. Depois desse tempo, porém, é essencial aplicar o cosmético na pele para evitar maiores riscos de queimaduras e até mesmo câncer de pele.

O horário ideal para isso é antes das 10h da manhã e depois das 4h da tarde, não sendo necessário ficar sentado embaixo do sol, já que caminhadas e outras atividades como práticas de esporte já são o suficiente para que você consiga obter as quantidades necessárias do nutriente.

Deficiência de vitamina D

Alguns brasileiros possuem deficiência de vitamina D pela baixa ingestão por meio dos alimentos e pouca exposição solar. Nesses casos, pode ser preciso quantidades maiores do que 800 UI por dia para suprir a carência, que deve ser constatada a partir de exames de sangue.

É por meio do resultado desses exames que o especialista poderá analisar a quantidade necessária de acordo com o seu quadro e indicar ou não o uso da suplementação.

Como tomar o suplemento de vitamina D?

A maioria das vitaminas devem ser ingeridas após as refeições, já que os alimentos podem ajudar na absorção do nutriente pelo organismo. Contudo, as fibras costumam atrapalhar esse processo, e você deve evitar cereais e pães integrais antes ou depois de tomar os suplementos.

é importante evitar alimentos integrais antes ou depois de ingerir qualquer vitamina, já que as fibras tendem a atrapalhar a absorção dos nutrientes
é importante evitar alimentos integrais antes ou depois de ingerir qualquer vitamina, já que as fibras tendem a atrapalhar a absorção dos nutrientes

No caso da vitamina D sua absorção é melhorada se for ingerida junto com gorduras, já que ela é considerada uma vitamina lipossolúvel. Isso quer dizer que a menos que você coma ovos com manteiga pela manhã, você deve preferir tomar o suplemento de vitamina D no almoço ou jantar, que são refeições que costumam ter níveis mais altos de gorduras.

Depois de conferir quais os alimentos ricos em vitamina D e como obter esse nutriente de uma forma mais eficiente, é importante procurar ajuda médica para verificar a necessidade de uma suplementação. Lembre-se de evitar o uso de protetores solares por pelo menos 10 minutos de exposição para não atrapalhar a absorção da vitamina pelo organismo.

Confira as ofertas de vitamina D na Farmadelivery ou leia mais sobre essa importante vitamina:

Vitamina D – O que é, sua importância e como obter‎

- Advertisment -

Most Popular

O que não pode comer quem tem pressão alta? 10 alimentos para evitar

A hipertensão é uma condição de saúde em que o paciente sofre uma sobrecarga no coração, fazendo com que ele tenha que...

15 diuréticos naturais contra o inchaço e a retenção hídrica

Os diuréticos são substâncias naturais ou medicamentos que induzem a diurese, um estado em que o organismo começa a produzir e excretar...

O que é colesterol? Conheça os tipos e quais sintomas cada um deles pode causar

O colesterol é conhecido especialmente por causar um acúmulo de gordura nas artérias e contribuir para que os pacientes sofram problemas sérios...

BCAA Black Skull: Para que serve, como tomar e onde achar

Muitas pessoas que buscam pelo BCAA Black Skull para, principalmente, alcançar o ganho de massa muscular. O problema, entretanto, é a grande...