Saiba mais sobre os riscos do diabetes hereditários e quais cuidados tomar.
| |

Diabetes é hereditário? Saiba qual a relação genética da doença.

Bastante popular, o diabetes se trata de uma síndrome metabólica caracterizada pelo excesso de açúcar no sangue. A doença é normalmente associada a maus hábitos de saúde, contudo, você sabia que o diabetes pode ser hereditário?

Para entender melhor, o diabetes é uma doença crônica causada pela produção insuficiente de insulina, um hormônio que regula a glicose no sangue e atua como fonte de energia. Além disso, a condição pode surgir também pela resistência à ação da insulina.

Ou seja, mesmo mantendo um estilo de vida saudável e com prática regular de atividades físicas, algumas pessoas podem desenvolver o diabetes devido a genética.

Sendo assim, para esclarecer algumas dúvidas sobre o assunto, criamos esse conteúdo informativo. Então, leia até o final e saiba como ocorrem os casos de diabetes hereditário e quais cuidados tomar.

+ Para saber mais, acesse também: O que causa o diabetes? Saiba mais sobre a condição.

Como ocorre o diabetes?

A principal característica da doença é o excesso de açúcar no sangue, que desencadeia uma série de complicações a saúde.

Diabetes é uma condição que desencadeia diversos problemas para saúde.

Isso ocorre quando o pâncreas é incapaz de produzir o hormônio insulina na forma e quantidade necessária, ou quando não exerce sua ação de forma correta. Assim, como resultado ocorre o acúmulo de glicose no sangue, a hiperglicemia.

A função principal da insulina no organismo é promover a entrada de glicose nas células, para que ela seja aproveitada como fonte de energia.

Neste caso, a falha no funcionamento do pâncreas está relacionada à genética ou associada ao estilo de vida. Portanto, para diferenciar os fatores é necessário saber que existem duas categorias de diabetes: tipo 1 e 2.



DIABETES TIPO 1

É o tipo menos comum e surge desde o nascimento, sendo considerada uma doença autoimune, já que o próprio sistema imune ataca as células do pâncreas responsáveis por produzir a insulina. Assim, a insulina não é produzida, a glicose não é transportada para as células e acaba se acumulando no sangue;

Alguns sintomas comuns do diabetes tipo 1: 

  • Sede;
  • Fome;
  • Emagrecimento;
  • Fraqueza; 
  • Fadiga;
  • Mudança de humor;
  • Vontade frequente de urinar;
  • Náusea e vômito.
A condição se divide em tipo 1 e 2, que o endócrino pode diagnosticar.

DIABETES TIPO 2

Considerado o tipo mais comum, ela acontece quando há uma resistência à insulina que surge ao longo da vida, normalmente devido a maus hábitos alimentares. Neste caso, essa resistência diminui a ação da insulina no corpo e faz com que a glicose acabe se acumulando no corpo;

Alguns sintomas comuns do diabetes tipo 2:

  • Sede;
  • Fome;
  • Emagrecimento; 
  • Feridas que demoram a cicatrizar;
  • Cansaço;
  • Vontade frequente de urinar;
  • Infecções frequentes;
  • Formigamento nos pés;
  • Visão turva.

Quando ocorre o diabetes hereditário?

O paciente pode desenvolver o diabetes hereditário tanto do tipo 1 como do tipo 2. Contudo, existem algumas diferenças nas probabilidades:

  • No caso do diabetes hereditário tipo 1, as chances é de 30%, se ambos os pais tiverem a doença e 30% se um irmão gêmeo univitelino (idêntico) tiver a doença;
  • Já nos casos de diabetes hereditário tipo 2, o fator de risco é muito maior, com mais de 75% dos pacientes apresentando histórico familiar positivo.

Ou seja, as chances do paciente desenvolver o diabetes de forma genética são maiores quando existem quadros de diabetes tipo 2 na família. Estudos confirmam que diversas mutações genéticas foram associadas ao desenvolvimento de deste tipo. Neste caso, as mutações genéticas podem interagir com o ambiente e entre si, aumentando o seu risco.

O diabetes hereditário é maior quando existem casos de diabéticos tipo 2 na família.

Contudo, o diabetes tipo 1 é a forma mais agressiva e é considerada o resultado de um processo autoimune específico contra as células-beta pancreáticas. Ou seja, a formação de anticorpos que atacam as células beta, levando a deficiência de insulina.



Quais os riscos do diabetes hereditário para os filhos?

Pais quando descobrem o diabetes tipo 2, costumam fazer essa pergunta para os médicos. Neste caso, quando o diagnostico de diabetes for antes dos 50 anos, o risco do filho adquirir a condição é de 1 a cada 7. No entanto, se o diagnóstico é feito após os 50 anos, a chance é de 1 em 13.

Além disso, cientistas afirmam que o risco de uma criança desenvolver diabetes tipo 2 é maior quando o parente com a doença é a mãe. No entanto, se o pai e a mãe são diabéticos do tipo 2, o risco do filho ter a condição é de 1 em 2.

+ Para mais informações, acesse também: Diabetes Gestacional: Quais os sintomas, causas e tratamentos.

Mas afinal, diabetes é hereditário?

A real causa da diabetes ainda não é conhecida, já que a doença pode ser uma combinação de fatores hereditários e de estilo de vida.

Além disso, o comportamento e os hábitos alimentares muitas vezes passam de geração para geração. Assim, dificulta para médicos e cientistas identificarem se a causa da doença é genética ou comportamental.

Contudo, o que se sabe é que os genes sozinhos não são suficientes para determinar se uma pessoa irá ou não desenvolver a doença. Apesar da predisposição genética, o ambiente ou fatores de estilo de vida são os principais responsáveis por desencadear ou não a doença.

Apesar da predisposição genética, hábitos saudáveis ajudam a evitar o desenvolvimento do diabetes.

Quais cuidados tomar?

Como foi dito anteriormente, além da questão genética, adotar hábitos saudáveis ajudam a prevenir o desenvolvimento da doença. Veja a seguir quais cuidados tomar:

  • Controle o seu peso – Adote medidas que ajudem a perder peso;
  • Mantenha-se fisicamente ativo – Exercite-se por pelo menos 30 minutos ao menos 5 vezes por semana.
  • Mantenha uma alimentação saudável – Consuma alimentos saudáveis em uma dieta equilibrada. Opte por alimentos ricos em fibras e reduza a ingestão de carboidratos de alto índice glicêmico, por exemplo.


Por fim, o fato é que o estilo de vida é o primeiro passo para desenvolver ou não a doença. Sendo assim, pode-se dizer que o diabetes é hereditário, mas através da adoção de bons hábitos é possível evitar o desenvolvimento da doença, principalmente em se tratando de diabetes do tipo 2

Gostou do nosso conteúdo? Aproveite e veja também as ofertas no site da Farmadelivery. Lá você encontra tudo para os cuidados da sua saúde bem-estar com descontos imperdíveis. Confira!


Tudo o que você precisa para sua saúde e bem-estar!

Mais de 20 mil itens com os melhores preços do mercado!

Cadastre-se e receba um cupom de desconto em seu e-mail.

Stories para você

Alimentos para imunidade: O que comer para fortalecer a saúde?
Alimentos para imunidade: O que comer para fortalecer a saúde?
Quais os tipos de catarro e o que eles podem indicar?
Quais os tipos de catarro e o que eles podem indicar?
Frio e saúde: 5 Dicas de cuidados devemos tomar
Frio e saúde: 5 Dicas de cuidados devemos tomar
Baixa Imunidade: 6 Sintomas para ficar atento com a saúde!
Baixa Imunidade: 6 Sintomas para ficar atento com a saúde!

Posts Similares