segunda-feira, abril 12, 2021

Qual a relação do estresse com o sistema imune?

As atividades do dia a dia como lidar com pessoas difíceis, pegar trânsito, ter que fazer obrigações que não nos agradam e cumprir prazos podem desencadear crises de estresse. Além de contribuir para um mal-estar geral do corpo, outro grande malefício é que existe uma relação do estresse com o sistema imune de uma forma negativa.

O estresse nada mais é do que o resultado das respostas mentais e físicas que são causadas por estímulos externos, e a forma como cada indivíduo lida com os problemas da vida é um dos fatores principais que define se a situação será ou não estressante.

Para lhe auxiliar melhor a entender a relação do estresse com a sua imunidade, separamos algumas informações importantes sobre o assunto. Confira a seguir!

Qual a relação do estresse com o sistema imune?

Quando um indivíduo está emocionalmente saudável, consegue retornar ao estado normal depois de um momento de tensão com uma facilidade e rapidez, sem passar por um estado de lamentação e irritação. Com isso, o bem-estar do corpo não é alterado e ele funciona de forma equilibrada, liberando os hormônios corretos que contribuem para o bem-estar e felicidade.

o estresse causa uma reação no organismo fazendo-o liberar hormônios de forma descontrolada, afetando as células de defesa do organismo
o estresse causa uma reação no organismo fazendo-o liberar hormônios de forma descontrolada, afetando as células de defesa do organismo

Enquanto isso, os indivíduos que sofrem com crises de estresse não conseguem lidar com as adversidades ou resolver problemas sem passar por uma montanha-russa emocional. Nessas ocasiões, o corpo libera hormônios de uma forma descontrolada, o que acaba afetando as células de defesa e todas as funções orgânicas do corpo.

Dessa forma, ao passar pelo estresse, o paciente entra em um ciclo de desequilíbrio e fica cada mais adaptada a esse estado, que se transforma em seu estado natural. Ou seja, o corpo acaba se adaptando aos hormônios como o cortisol, liberado em excesso pelo estresse. Esse hormônio faz com que a pressão arterial suba, a frequência cardíaca aumenta, a respiração acelere e os músculos contraiam. 

Ao se adaptar a esse hormônio o sistema imunológico fica debilitado e as defesas do organismo não respondam mais às ameaças de forma adequada.

Essa mesma resposta do organismo também acontece em casos de ansiedade, outra situação emocional que contribui para a queda da imunidade.

Toda situação estressante diminui a imunidade?

Os estresses mais leves, que duram apenas alguns segundos, não são capazes de deixar a imunidade debilitada. Porém, alguns indivíduos podem acabar tendo uma crise de estresse mesmo em situações mais leves, o que consequentemente deixa a imunidade fragilizada por gerar reações adversas no organismo.

Estudos feitos sobre o estresse e o sistema imune

Um estudo publicado pela Proceedings of the National Academy of Sciences verificou como 276 adultos saudáveis reagiram ao serem expostos a um vírus causador do resfriado. Para isso, monitorou esses indivíduos para identificar os sinais de infecção durante 5 dias.

Com essa análise, ele descobriu que ao passar por um evento de estresse por tempo prolongado, as células do sistema imunológico ficam incapacitadas de responder sinais hormonais que regulam a inflamação.

São diversos estudos que mostram essa e relações próximoas. Segundo estudo da Universidade de Harvard em parceria com a Faculdade de Medicina de Ribeirão Preto da Universidade de São Paulo (FMRP-USP), e publicado na revista científica “Nature“, o estresse pode realmente deixar os cabelos brancos!

Como diminuir o estresse?

Pratique atividades físicas

Além de proporcionar uma sensação de bem-estar por estimular a produção de serotonina, a prática de exercícios como caminhadas, corridas e natação contribui para que você esqueça os problemas e situações estressantes. Em conjunto, promove a saúde física.

Escolha alimentos ricos em ômega 3

O ômega 3 é o conjunto de 3 ácidos graxos e é encontrado em peixes como salmão e sementes de chia, além da banana e nozes.

as oleaginosas como a nozes são ricas em ômega 3, e auxiliam no fortalecimento do sistema imune e diminui o esgotamento mental
as oleaginosas como a nozes são ricas em ômega 3, e auxiliam no fortalecimento do sistema imune e diminui o esgotamento mental

Esse tipo de gordura melhora o funcionamento do sistema nervoso e diminui o esgotamento mental e estresse, aumentando o bem-estar. Atrelado a tudo isso, ainda faz com que a imunidade seja fortalecida.

Descanse

Além do cansaço mental, o físico também contribui para crises de estresse, e é importante que você tente descansar por pelo menos 8 horas durante a noite. Outra dica é deixar o trabalho de lado quando possível nos finais de semana, e aproveitar esse tempo para relaxar e descansar.

Caso você esteja passando por uma crise, tire alguns dias de férias num local que goste e que possa descansar tranquilamente.

Procure ajuda médica

As terapias não somente acalmam o sistema nervoso, mas também ajudam a encontrar o equilíbrio emocional.

Procurar um psicólogo ou psicoterapeuta pode ser uma ótima forma de vencer os problemas emocionais, já que em alguns casos somente mudar os hábitos não é o suficiente para tratar o quadro.

O profissional lhe auxiliará com estratégias calmantes, além de promover o autoconhecimento, uma técnica de grande ajuda para que você consiga solucionar os seus problemas.

Invista em chás e calmantes naturais

As ervas são excelentes formas de proporcionar relaxamento e calma, e acabam sendo úteis para ajudar a controlar o estresse e o sistema nervoso.

o chá de lavanda é um excelente calmante natural e pode auxiliar durante as crises de estresse
o chá de lavanda é um excelente calmante natural e pode auxiliar durante as crises de estresse

A maracugina, valeriana, lavanda e camomila são alguns exemplos de ervas que proporcionam a sensação de bem-estar e agirem como calmantes.

Administre o seu tempo de uma maneira melhor

Administrar o seu tempo de uma forma mais eficiente ajuda no combate ao estresses, e é essencial que você defina tarefas, objetivos e prioridades. Com isso, você se sente mais organizado e os sintomas do estresse tendem a se amenizar em aproximadamente 10 dias.

Agora que você viu qual a relação do estresse com o sistema imune, procure ajuda de um profissional para tratar o quadro e invista em alimentos e nutrientes que ajudam a fortalecer a sua imunidade. Não se esqueça de mudar alguns hábitos para contribuir para uma vida mais leve e relaxada.

Confira nossas ofertas de polivitamínicos e suplementos na Farmadelivery!

- Advertisment -

Most Popular

Quando o triglicérides é considerado alto e quais os riscos para a saúde

Os triglicérides são lipídios produzidos pelo nosso próprio organismo assim como o colesterol. No entanto, quando estão em níveis elevados no sangue,...

Qual a diferença entre hipertensão e pressão alta?

A hipertensão é uma condição de saúde em que o paciente sofre com picos da pressão arterial de forma recorrente, podendo causar...

Os 11 alimentos mais indicados para baixar a pressão para incluir na dieta hoje mesmo

Um dos assuntos mais falados quando falamos sobre hipertensão são os alimentos ricos em sódio como os industrializados, congelados e fast foods....

10 Sintomas de Hipertensão para você ficar de olho

A hipertensão é uma doença caracterizada pelo aumento recorrente da pressão arterial, e hoje atinge cerca de 25% da população brasileira. Apesar...