Saiba como medir diabetes de forma correta e segura.
| |

Medir diabetes: Como medir antes e depois do diagnóstico?

Para medir diabetes é preciso verificar o nível de açúcar no sangue por meio do exame de glicemia, assim, é possível verificar como está a resposta insulínica do organismo.

No entanto, não deve-se medir o diabetes somente através da glicemia em jejum, sendo necessário realizar uma série de outros exames para fazer o diagnóstico e monitoramento da doença.

Contudo, se o paciente já tiver o diagnóstico da doença, ele deve fazer o acompanhamento do diabetes em casa com a ajuda de aparelhos que mostram os níveis de glicose no sangue em poucos segundos. Assim, é preciso fazer o procedimento de forma correta para obter o resultado mais preciso.

Portanto, para ajudar neste processo, listamos algumas dicas de como é possível medir diabetes em casa de uma forma simples, rápida e segura. Leia o conteúdo até o final e confira!

+ Para mais informações sobre o assunto, acesse também: Diabetes: Quais os sintomas, causas e como tratar a doença?



Como medir diabetes corretamente?

1. Escolha o melhor horário

Independentemente se você for portador de diabetes tipo 1 ou tipo 2, é importante medir a glicemia pela manhã ainda em jejum e a noite antes de se deitar. Além disso, alguns especialistas também orientam que o monitoramento da glicemia seja feito durante a tarde para verificar os níveis de açúcar ao decorrer do dia.

É importante medir a glicemia sempre antes do café da manhã.
É importante medir a glicemia sempre antes do café da manhã.

Esses dois horários são importantes para saber se a insulina basal está correta em pacientes com diabetes tipo 1, e indicar se os níveis de açúcar no sangue estão altos demais ou produzindo glicose de forma excessiva para quem tem diabetes tipo 2.

Caso você queira verificar como está o nível de glicemia em relação à ingestão de certos alimentos, é possível testar a glicose sanguínea duas horas após as refeições.

2. Tenha certeza de coletar a quantidade de sangue suficiente

Apesar da quantidade ser mínima, ainda é preciso estar atento para não depositar uma quantidade muito pequena de sangue na tira de testagem.

Além disso, antes de fazer a punção lembre-se de higienizar bem as mãos, assim como todos os aparelhos utilizados para o procedimento.

+ Para saber mais, acesse também: Como usar o monitor de glicemia Accu Chek?

3. Tenha uma frequência para medir diabetes

Dependendo do quadro do paciente a frequência pode chegar a 6 vezes ao dia, e quem estabelecerá os intervalos é o especialista que acompanha o caso.

a frequência para medir diabetes deve ser estabelecida pelo profissional
A frequência para medir diabetes deve ser estabelecida pelo profissional.

Enquanto quem tem diabetes tipo 1 deve medir mais vezes pela necessidade de ter certeza que é seguro aplicar a injeções de insulina naquele horário, quem tem diabetes tipo 2 não precisa testar tantas vezes ao decorrer do dia.

Como medir diabetes sem ainda ter o diagnóstico?

Para quem apresenta sintomas ou possui histórico familiar de diabetes é necessário passar por uma bateria de exames que podem confirmar as suspeitas.

Glicemia de jejum

O primeiro dele é a glicemia de jejum, feita com pelo menos 6 horas de depois da última refeição para verificar como está a glicemia do paciente sem a ingestão de alimentos, já que as refeições influenciam nos valores do resultado.

Além disso, o exame serve para observar como o corpo reage às funções do fígado, que acabam aumentando a glicose no sangue de quem tem diabetes.

Para que o diagnóstico seja positivo para suspeitas de diabetes, o resultado da glicemia de jejum deve ser maior de 125 mg/dL em duas ocasiões diferentes. Isso porque existem outros fatores que influenciam no aumento a glicose e devem ser desconsiderados com um segundo teste.

Caso o exame tenha resultados acima de 140mg/dL, também deve ser repetido em outra ocasião para a confirmação das suspeitas.

+ Para saber mais sobre Diabetes, leia também: Diabetes mellitus: Mitos e verdades que você precisa saber!

Hemoglobina glicada

A partir disso o especialista deverá solicitar o exame de hemoglobina glicada, responsável pela avaliação da geração de hemoglobina que se liga à glicose. Resumidamente, os níveis de hemoglobina glicada aumentam sempre que o açúcar no sangue estiver alto ou que o paciente sofrer picos.

A hemoglobina glicada ajuda a identificar picos de glicose no sangue.
A hemoglobina glicada ajuda a identificar picos de glicose no sangue.

Vale lembrar que, o exame não estabelece um valor exato e é formado por uma média dos últimos 3 meses. Assim, o especialista consegue identificar se você está com hiperglicemia, o que pode significar quadros de diabetes ou pré-diabetes.

Os valores referências para quem tem diabetes é abaixo de 7% e acima de 5,7%. Já os pré-diabéticos recebem valores entre 5,7% e 6,4%.



Curva glicêmica

Por fim será solicitado o exame de curva glicêmica. Este é responsável por medir a velocidade em que o corpo absorve a glicose após a ingestão de alimentos doces.

Sendo assim, pessoas diabéticas apresentam resultados maiores de 140 mg/dL após duas horas do exame. Neste caso, o resultado indica problemas com a produção e absorção da insulina.

Por que é importante monitorar e medir diabetes?

Para pessoas saudáveis, manter uma rotina de exames anuais incluindo os de glicemia, é importante para identificar quadros de pré-diabetes, que podem ser revertidos e impedir que evoluam para o diabetes tipo 2.

Neste caso, quando o diagnóstico da pré-diabetes é feito muito tarde não é possível evitar o desenvolvimento da doença. Assim, a pessoa acaba sofrendo com danos à saúde do pâncreas mesmo com a intervenção médica.

Contudo, para quem é diabético, medir a glicose pode evitar uma série de complicações, além de ajudar no tratamento contra a doença. Afinal, a partir dos resultados o paciente consegue identificar quais os alimentos aumentam a glicose e quais tendem a baixá-la, facilitando o controle da doença.

Além disso, o monitoramento também ajuda a identificar quadros de hipoglicemia ou hiperglicemia, prevenindo maiores complicações como AVC e infarto, por exemplo.

Monitorar a glicose pode ajudar na prevenção de complicações graves de saúde.
Monitorar a glicose pode ajudar na prevenção de complicações graves de saúde.

Para pacientes com diabetes tipo 1, monitorar os níveis de glicose também pode ser útil para identificar o melhor horário de aplicação da insulina e, assim, tornar o tratamento mais eficiente.

Vale salientar que o diabetes não tem cura. Portanto o monitoramento correto garante uma vida mais saudável e menos problemas relacionados à doença.

Viu como medir diabetes é importante tanto para quem já possui o diagnóstico quanto para pessoas saudáveis?

+ Para mais informações sobre Pré-Diabetes, acesse também: Como reverter a pré-diabetes? 6 Formas de evitar a evolução da doença

Sendo assim, busque fazer o exame de glicemia anualmente com o check up, ou meça regularmente a sua glicemia caso você seja diabético. Além disso, procure a orientação médica caso tenha histórico familiar de diabetes ou note a presença de sintomas da doença.



Diabetes na Farmadelivery

A diabetes é uma doença que atinge milhares de pessoas do mundo todo, de adultos até crianças e adolescentes.

Ou seja, se você já se consultou com um médico e sabe quais medicamentos usar, a Farmadelivery pode lhe auxiliar com ótimos preços nos aparelhos medidores de glicemia e diabetes, agulhas e seringas de insulina e com todo leque de opções que da líder mundial Accu-Chek!

Resumo: O que o diabético pode comer sem culpa e sem prejuízo para saúde?


Tudo o que você precisa para sua saúde e bem-estar!

Mais de 20 mil itens com os melhores preços do mercado!

Cadastre-se e receba um cupom de desconto em seu e-mail.

Stories para você

Veja 3  receitas para eliminar catarro
Veja 3 receitas para eliminar catarro
5 doenças comuns do tempo frio.
5 doenças comuns do tempo frio.
Gripe e resfriado: Você sabe quais são as diferenças?
Gripe e resfriado: Você sabe quais são as diferenças?
O que o diabético pode comer sem culpa e sem prejuízo para saúde?
O que o diabético pode comer sem culpa e sem prejuízo para saúde?

Posts Similares